Prass segue aguardando renovação e diz: 'Não é dinheiro que vai decidir'

Maurício Galiotte disse em setembro que a renovação de contrato com Fernando Prass estava "bem encaminhada", mas o goleiro segue aguardando. O vínculo dele se encerra em dezembro deste ano.

- Sobre a minha situação, já falei, queria que estivesse definido há muito mais tempo. Isso é óbvio, todo jogador gostaria. Mas a gente sabe que o futebol é assim, tem seu tempo. Vamos esperar o fim do ano, quando o clube já tiver resolvido toda a sua situação no campeonato, aí eu tento resolver a minha - disse o camisa 1, após a vitória por 5 a 1 sobre o Sport, nesta quinta.

- Eu já falei, minha vontade é ficar no Palmeiras. Óbvio que sou profissional, quero ser bem remunerado, o Palmeiras hoje tem condição de pagar, investir e valorizar seus jogadores, mas quem é mais próximo de mim sabe que não é dinheiro que vai fazer eu ficar no Palmeiras ou não. A partir do momento que o Palmeiras quiser ficar comigo e tiver realmente interesse e vontade de contar comigo, não tem problema nenhum eu sentar e renovar o contrato - emendou.

Fernando Prass passou por um momento complicado nesta temporada e chegou a perder a posição para Jailson, mas aproveitou uma lesão do colega para retomar seu posto. Nas últimas partidas, tem colecionado mais atuações boas do que ruins.

O goleiro está no Palmeiras desde 2013 e já soma 254 jogos, com direito a títulos da Série B (2013), Copa do Brasil (2015) e Brasileirão (2016). Para o ano que vem, a diretoria está contratando Weverton, do Atlético-PR, e César, do Londrina. Os outros goleiros do elenco atual, Jailson, Vinicius Silvestre e Daniel Fuzato, seguem com contrato na próxima temporada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos