Caetano admite indignação no Fla e defende Rueda: 'Pouco tempo'

Mal das pernas, o Flamengo encara um momento de muita pressão. Nesta sexta-feira, o diretor executivo de futebol do clube, Rodrigo Caetano, concedeu uma entrevista coletiva no Ninho do Urubu e admitiu uma grande frustração pelos resultados negativos. O time carioca é apenas o sétimo colocado do Campeonato Brasileiro, com uma campanha decepcionante depois de muitas expectativas criadas por 'um ano mágico'.

- Falo em nome de todos, da nossa frustração dos resultados, ninguém está minimamente confortável com a situação. O sentimento é de indignação e frustração ao mesmo tempo. Nosso elenco é bom, mas o time não se desempenhou - disse o dirigente, que garantiu haver uma cobrança interna por melhores resultados.

- A cobrança sempre existiu, mesmo com algumas ilações e rótulos que são colocados. Nós temos papel de cobrar desempenho, sempre será feito. Mas não vamos dar qualquer tipo de show para fora, exposição interna, não acredito nisso. Esperamos que a reação seja transmitida dentro de campo. Não adianta eu falar 'Aumentou a cobrança, o tom de voz'. Se não vencer, ninguém vai avaliar diferente - comentou.

Com o acúmulo de resultados ruins, o dirigente foi questionado sobre a situação do técnico Reinaldo Rueda. Ele concorda com a ideia de que o time ainda não encaixou, mas saiu em defesa do treinador e deu indícios de que ele seguirá no comando da equipe em 2018.

- Há muito tempo o Fla queria um técnico estrangeiro, internacional, com 90% de aprovação. Mas ele está no clube apenas há três meses. Esse imediatismo que exigimos é natural do futebol. Entendemos que o time não encaixou, devido ao pouco tempo de trabalho dele também. Ele teve muito pouco tempo para treinar. Esperamos que a gente consiga dar ao Rueda, na pré-temporada, o tempo necessário para consolidar o seu método de trabalho - avaliou.

OUTROS PONTOS DA ENTREVISTA

CASO GUERRERO: 'A esperança é grande que até o dia 30 tenhamos uma notícia positiva. Os estudos das amostras confirmaram o que já sabíamos, que ele não foi usuário de droga nenhuma. Provavelmente, o metabólico (da cocaína) estava no chá. Caso seja absolvido, no cenário ideal, ele estaria à disposição em dezembro. Mas isso não tira o grande prejuízo que tivemos. Perdemos muito. Temos substitutos, mas não dá para imaginar que com ele não se elevaria o nível de respeito dentro de campo. Ele é fundamental para a gente, ainda mais num momento como este. Perdemos Berrío, Réver e ele também, infelizmente'.

CONTRATAÇÃO DE CONCA - BOM OU MAU NEGÓCIO?

'Conca veio com enorme expectativa. É um dos tantos que ao chegarem aqui e foram ovacionados. Ele vinha de lesão, sabíamos o risco do negócio, veio de duas cirurgias muito importantes. Só foi possível a vinda dele por que o Flamengo propôs a recuperação. Mas óbvio que frustra, esperávamos a recuperação mais rápida e que ele estivesse ajudando o Flamengo. Mas foi um ótimo negócio na época. Em condições normais, não conseguiríamos trazê-lo.'

ADRIANO DISSE QUE JOGARIA DE GRAÇA NO FLAMENGO. ACEITA?

'Difícil responder isso agora. Ele é um grande ídolo. Certamente era desejo de ter estado aqui antes, mas não tem como responder agora.'

COM MUITA COBRANÇA NO CLUBE, COMO SE SENTE NO CARGO?

?

'Não tive nenhuma conversa nesse sentido com as pessoas que estão acima de mim. Tenho compromisso com o Fla até o ano que vem. Tenho 15 anos na profissão e sempre cumpri meu contrato. Mas o clube tem o direito de demitir. Nunca conversei com outro clube com contrato. A preocupação é que o Flamengo volte aos trilhos. Sinceramente, não estou preocupado com a minha vida profissional nesse momento. Nos bastidores você sabe as questões que antecedem as eleições. Meu desejo não é agradar grupos, mas sim o Flamengo. O time teve momentos bons, mas expectativa que não se traduziu em títulos.'

O QUE VEM POR AÍ?

'Temos a Sul-Americana, mas infelizmente no Brasileiro não chegamos próximo como no ano passado. Nossa grande derrota foi não passar de fase para a Libertadores. Mas chegamos à final da Copa do Brasil e fomos campeões estaduais. O planejamento já está sendo feito para o ano que vem, independentemente dos profissionais que estiverem.'

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos