Romero relembra apoio da Fiel antes de Dérbi: Timão já entrou com 1 a 0

O vitória por 3 a 2 no clássico contra o Palmeiras ficou marcada na campanha do título brasileiro do Corinthians. No Dérbi do dia 5 de novembro, pela 32ª rodada, o Timão vinha em uma sequência de quatro jogos sem vencer (três derrotas e um empate) e poderia ver a vantagem na liderança cair para apenas dois pontos. No entanto, o Corinthians conseguiu o resultado positivo e retomou a arrancada para ser campeão.

Autor do primeiro gol no Dérbi, Romero valorizou o apoio da torcida corintiana no treino de sábado, véspera da partida. O Corinthians treinou na Arena para um público de 32 mil pessoas, de acordo com o clube. Para o atacante paraguaio, o Timão iniciou o clássico vencendo por 1 a 0.

- O primeiro turno foi fora do normal, só na Europa a gente vê esse tipo de invencibilidade. Ficamos 34 jogos sem perder. No segundo turno, não que relaxamos, mas é normal cair um pouco o rendimento. Sabíamos que estava faltando alguma coisa a mais para fechar o campeonato, e conseguimos no jogo contra o Palmeiras. Todo mundo fala do jogo, mas já estávamos ganhando esse jogo por 1 a 0 no sábado, quando a torcida foi apoiar no treino, com 32 mil pessoas. Isso é fora do normal, ninguém imaginava que o estádio iria estar lotado, e nesse dia falamos: "estamos ganhando por 1 a 0". É só fechar no domingo, ganhar e comemorar com a torcida. Depois desse jogo saímos muito fortalecidos, encontramos novamente o caminho das vitórias - disse Romero, à Corinthians TV.

Romero também contou os bastidores de sua comemoração após abrir o placar. Ele pegou seu celular com o fotógrafo do clube, Daniel Augusto Jr, e registrou uma selfie.

- Tinha planejado comemorar desse jeito contra o Palmeiras no Allianz Parque (vitória por 2 a 0, em julho, no primeiro turno), mas era difícil deixar o meu telefone com o Daniel num jogo fora. Porque com um gol fora de casa, a torcida já fica contra, e o Daniel também tinha um pouco de medo da torcida ficar falando coisas para ele depois. Eu já tinha planejado nesse jogo, mas não deixei meu celular com ele. No jogo contra o Grêmio, empatamos por 0 a 0, não consegui fazer gol. E na semana do clássico, falei para o Daniel que eu estava confiante, que ia deixar o meu telefone com ele porque ia comemorar como combinamos, com a selfie com o grupo. Falei: tomara que eu faça o gol no segundo tempo, porque normalmente a gente ataca no segundo tempo para onde está a torcida, e foi isso que aconteceu. Foi tudo certo. Fiz o gol na frente da torcida, peguei o telefone e tirei a selfie - contou Romero.

- A Selfie saiu muito boa, ficou num enquadramento muito legal, vai ficar na minha memória essa comemoração também. Esse jogo é inesquecível, um dos mais importantes da minha carreira - acrescentou o paraguaio.

Mesmo com o título brasileiro, Romero ainda não quebrou o silêncio com a imprensa brasileira. Ele ficou chateado com um vídeo errando domínio de bola que viralizou nas redes sociais - na ocasião, ele gravava uma matéria para a Rede Globo. Desde então, o paraguaio não concede entrevistas e fala apenas com a TV Corinthians.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos