Botafogo encara o São Paulo por 'dias melhores', assim como ano passado

O ano é 2000. A banda mineira de pop rock Jota Quest lança, no álbum Oxigênio, a canção "Dias melhores". Os versos "Vivemos esperando dias melhores/dias de paz/dias a mais" são de Rogério Flausino, vocalista do grupo e compositor da música, mas poderiam ser do técnico Jair Ventura ou de algum jogador do Botafogo neste novembro de 2017. Por estes versos é que o Glorioso vai tentar vencer o São Paulo, neste domingo, no Pacaembu.

 

Para a partida, que começa às 17 horas e terá transmissão em tempo real do site do LANCE!, a equipe deverá ter o retorno de Victor Luís à lateral-esquerda, após ter sido preservado por questões físicas, no último jogo. Mais do que isso, traz na memória a última partida, como vistante, contra o rival deste domingo.

 

Em agosto do ano passado, o cenário era quase apocalíptico quando o Alvinegro visitou o estádio. Ricardo Gomes acabara de sair, o time penava para se afastar da zona de rebaixamento e um Jair Ventura sob extrema desconfiança fazia a primeira partida como treinador efetivado. Contudo, o triunfo por 1 a 0, também num domingo, foi o primeiro da arrancada que culminou na classificação à Copa Libertadores.

 

Desta vez, a conjuntura é outra, mas a necessidade de vencer é a mesma. A fase instável em campo - terrível nos três últimos jogos em casa - conflitos internos e invasão da torcida no último sábado tornam os três pontos mais do que necessários: resultarão em alívio natural. Resultarão em "dias melhores". Não "para sempre", como diz a canção, mas, pelo menos, para a semana que antecede a eleição presidencial do Botafogo.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos