Técnico do Atlético-GO revela choro do elenco e acredita em volta à Série A

No duelo contra a Chapecoense, o Atlético-GO não conseguiu evitar o rebaixamento para a Série B. O time precisava de uma vitória para se manter vivo mas conseguiu apenas o empate.

O capitão do Atlético-GO, Gilvan, lamentou as chances de gols perdidas durante o primeiro tempo. "A gente teve chances, não pode desperdiçar. Em casa, as chances que a gente tiver tem que matar".

Apesar da queda para a segunda divisão, o técnico João Paulo Sanches se mostrou orgulhoso pelo segundo turno feito pela equipe goiana. No returno, o Dragão conquistou 22 pontos até agora. Ele também revelou choro dos jogadores no vestiário.

"Nós caímos pelos 12 pontos no primeiro turno, só que esse grupo não merece choro. A diretoria e a torcida podem ficar chateados, mas nós, não. Trabalhamos muito nestes quatro meses. Tinha meia dúzia de jogadores chorando no vestiário, mas temos que ficar orgulhosos do que fizemos".

O treinador também elogiou estrutura do clube e disse que o Atlético-GO voltará para a elite do futebol brasileiro.

"Acho que é importante salientar que o ano de 2017 para o Atlético-GO foi muito bom em termos de estrutura. Tanto financeiramente quanto na estrutura física. Quem vai ao Centro de Treinamentos sabe o que estou falando. No ano de 2018 temos que manter os atletas que estão aqui e que têm condições de permanecer. Temos um grupo forte. Nós vamos voltar. Nós caímos, mas estamos de pé", disse o técnico rubro-negro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos