Médico explica por que nova lesão de Marquinho não tem relação com a primeira cirurgia

Por conta da ruptura do tendão patelar do joelho direito, sofrida no último domingo, o prazo de recuperação de Marquinho é de, no mínimo, seis meses afastados dos jogos. A informação é do Dr. Rene Abdalla, que operará pela segunda vez o meia do Fluminense em 2017 - em julho, Marquinho passou por uma artroscopia no mesmo joelho por conta de uma tendinite patelar.

Em contato com a reportagem do LANCE! nesta terça-feira, Dr. Abdalla afirmou que a lesão mais recente sofrida por Marquinho não tem qualquer relação com o primeiro procedimento cirúrgico - ou até com a lesão anterior do camisa 7.

- Não há qualquer relação porque na primeira cirurgia nós não mexemos na estrutura. Retiramos o tecido inflamado (que causava a tendinite) e tivemos o cuidado de fazer a transposição do tendão para reforçar o local - explicou.

A princípio, o procedimento cirúrgico será realizado nesta quinta-feira - o jogador já é aguardado em São Paulo. A equipe do Dr. Rene Abdalla, que realizou a primeira cirurgia em julho, aguarda o meia para fazer as últimas avaliações do caso antes de operá-lo no Instituto do Joelho do HCor - Hospital do Coração, referência na reabilitação de atletas profissionais de futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos