Presidente da Ponte se irrita com arbitragem após derrota para o Flu

O presidente da Ponte Preta, Vanderlei Pereira, se irritou com a derrota do time alvinegro para o Fluminense na última segunda. Não pelo desempenho dos jogadores mas pela da atuação do árbitro.

O dirigente fez críticas à arbitragem e demonstrou confiança na reação da Macaca no campeonato.

- Digo ao torcedor pontepretano que estamos mais vivos do que nunca no campeonato. Temos mais dois jogos difíceis, mas que são possíveis de serem vencidos. Se vencermos os dois vamos para 45 pontos. Mas o que não pode acontecer, nesses dois últimos jogos, e esse é um recado para a CBF, principalmente para o meu amigo Walter Feldman e ao presidente Marco Polo Del Nero, é uma arbitragem tendenciosa como a desta segunda-feira - disse o presidente.

Vale lembrar que Naldo foi expulso ao cometer duas faltas no intervalo de 12 segundos. O volante atingiu o zagueiro Henrique, mas Daronco deu vantagem ao Flu e avisou, com um gesto, que puniria o jogador da Ponte quando a bola parasse. Só que, na sequência, o árbitro enxergou uma segunda falta de Naldo e por isso mostrou o cartão vermelho ao jogador.

- O Naldo, para mim, teve uma expulsão muito esquisita, porque ele cometeu uma falta, o juiz deu lei da vantagem e em seguida não houve a segunda falta. Se ele entendeu como lance perigoso, entendeu errado - reclamou Pereira.

Com a derrota no Rio de Janeiro, a Ponte tem mais duas rodadas para evitar o rebaixamento na Série A. No domingo, o desafio será o Vitória, em Campinas, enquanto a última partida acontece uma semana depois, contra o Vasco, fora de casa. A Macaca precisa vencer os dois adversários para ter mais chances de escapar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos