Empresário ameaça ir à Justiça caso Corinthians contrate Júnior Dutra

  • Paulo Fernandes/Vasco.com.br

A possível ida do atacante Júnior Dutra do Avaí para o Corinthians conta com um imbróglio entre representantes que pode parar na Justiça. Ao tomar conhecimento de que as conversas com o jogador foram retomadas, o empresário Carlos Corsini passou a monitorar o caso e ameaça entrar com medidas judiciais caso a negociação seja selada sem sua participação, panorama mais próximo no momento.

A reclamação de Corsini baseia-se em uma procuração que ele afirma possuir, na qual o jogador o autorizaria a negociar com o Corinthians. Foi por causa disso que ele chegou a cravar, no mês passado, a ida do atacante ao Corinthians. Agora, as conversas foram retomadas sem a participação do agente.

"Ninguém do Corinthians me procurou, e estou aguardando. Vou esperar fechar, porque pelo visto voltaram a falar. E eu tenho procuração assinada pela mãe, pelo jogador, tenho pré-contrato que o clube me enviou. Se acontecer, vou acionar o meu departamento jurídico no mesmo dia porque eu tenho direito pelo que foi previamente combinado", afirmou Corsini.

Na época em que deu a negociação como certa, Corsini foi desmentido por Dutra e pela mãe do jogador, que cuida da carreira do filho. Agora, ele diz que recebeu a promessa de um contato do Corinthians, algo que ainda não aconteceu até o início desta tarde.

Corsini diz que desconfiou da retomada das conversas entre Corinthians e Júnior Dutra nos últimos dias e por isso aguarda ser contatado pelo Corinthians. Mas, se depender do clube, isso não deve acontecer. A diretoria admite tratar diretamente com os familiares do jogador.

"Não temos a ver com esse imbróglio, pois estamos conversando diretamente com os pais dele, e nos disseram que não há intermediário, empresário. É com eles. Então para a gente não muda nada. Vamos seguir tratando com eles", afirmou o diretor de futebol Flávio Adauto, em entrevista ao LANCE!.

Júnior Dutra tem 29 anos e é o principal destaque do Avaí na Série A, com nove gols. O clube catarinense, no entanto, vive situação complicada no Brasileiro, a duas rodadas do fim da competição. Está na penúltima posição com 39 pontos, uma menos do que o Vitória, o 16º colocado, primeiro fora da zona do rebaixamento. Na próxima rodada, encara o Atlético-PR na Ressacada e depois sai para encarar o Santos na Vila Belmiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos