Fagner quer Jô artilheiro, mas alerta: 'Tem que ser de uma forma natural'

O Corinthians busca estabelecer metas para os dois últimos compromissos do ano. E uma é fazer de Jô o artilheiro do Campeonato Brasileiro, algo que o clube nunca teve em sua história. Um dos líderes do elenco, o lateral-direito Fagner está disposto a consagrar o atacante, mas fez um alerta.

- Ele ainda não falou nada (de pagar aposta por algum cruzamento), mas queremos ajudá-lo. Se ele conseguir ser o artilheiro, será a primeira vez na história do clube. É bacana. Mas tem de ser uma maneira natural, não todo mundo só tocando a bola para o Jô, porque pode atrapalhar - afirmou Fagner, em entrevista coletiva nesta quarta-feira.

- Se ficar pensando em só jogar para o Jô, você acaba atrapalhando. Tenho certeza de que ele vai continuar jogando da mesma forma, e nós também temos de pensar assim. Claro que se pudermos dar o gol para ele, vamos fazer isso. Mas se ele estiver marcado, não. Tem que ser de uma forma natural - acrescentou.

Jô atualmente divide a artilharia do Brasileirão com Henrique Dourado, com 18 gols marcados. O próximo compromisso do Timão será no domingo, contra o Atlético-MG, no jogo da entrega da taça.

Por conta da briga pela artilharia. Jô disse que iria pedir para jogar dois dos últimos três jogos do Corinthians no Brasileirão. Após o duelo com o Atlético-MG, o Timão se despede do campeonato diante do Sport, quando boa parte do elenco poderá ser poupada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos