Aos 17, Paulinho exalta maturidade com seleção de base e apoio no Vasco

  • Paulo Fernandes/Vasco

Com apenas 17 anos, Paulinho viveu uma temporada de mudanças e emoções. O atacante começou o ano no sub-17 do Vasco, foi campeão do Sul-Americano da categoria com a seleção brasileira, e foi integrado aos profissionais após grandes atuações no sub-20. Por tudo isso, o garoto diz que esse é um dos seus melhores anos da sua carreira e espera se firmar cada vez mais.

- Foi um dos melhores anos da minha carreira, porque comecei o ano no sub-17, fui disputar o Sul-Americano com a seleção, voltei já no sub-20 e logo depois já fui para o profissional. Fico feliz com esse momento. Minha meta é me firmar cada vez mais nos próximos anos conquistar meu espaço no time titular - disse o atacante em coletiva após o treino desta quarta-feira.

Paulinho diz que está mais experiente após a disputa do Mundial Sub-17, em que foi um dos principais destaques da seleção brasileira na competição. Segundo ele, na volta ele ganhou apoio para continuar o bom trabalho e ganhar espaço com Zé Ricardo.

- Acho que sou mais maduro hoje. No Mundial (sub-17) na Índia eu amadureci muito, fiquei bastante feliz com meu desempenho. Na volta já ganhei o apoio de todos para continuar, conquistei espaço com o Zé Ricardo para me firmar e cada vez mais ter bons frutos - contou.

Contra o Atlético-MG, Paulinho acabou desperdiçando algumas boas oportunidades de gols, que poderia dar a vitória ao Vasco. Nesta reta final na briga pela Libertadores, o jovem diz que tem apoio do treinador e vem trabalhando para melhorar nas finalizações. Ele está confiante que seu gol vai sair nos últimos dois jogos da temporada.

- No jogo contra o Atlético-MG tivemos a oportunidade de sair com os três pontos e estar mais tranquilo na tabela. Tudo é questão de treino. O professor sempre vem me apoiando para fazer meu trabalho. Tenho que continuar treinando que uma hora vai sair. Eu boto isso na minha cabeça e acredito que nesses últimos dois jogos vai sair.

Paulinho já fez 16 jogos nos profissionais do Cruz-Maltino. Ele fez sua estreia com apenas 16 anos, contra o Vitória, no primeiro turno. Na partida ele entrou nos minutos finais e deu uma assistência para o gol de Guilherme Costa. Seu primeiro jogo como titular foi contra o Atlético-MG, no Independência, e o atacante fez os dois gols da vitória do Vasco por 2 a 1.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos