Robinho é condenado a nove anos de prisão por violência sexual

O atacante Robinho, que atualmente defende o Atlético-MG, foi condenado pela nona seção do Tribunal de Milão a nove anos de prisão por "violência sexual em grupo" contra uma mulher albanesa de 22 anos. De acordo com o portal italiano La Gazzeta Dello Sport, o ato criminoso teria acontecido em uma boate na cidade no dia 22 de janeiro de 2013. Neste período, Robinho atuava no Milan (ITA).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos