Com gol de Jorginho, Napoli vence apertado e recupera liderança

Pressionado por conta da última vitória da Internazionale, o Napoli visitou a Udinese, neste domingo, sabendo que precisaria vencer para retomar a liderança com folga. E o triunfo, embora apertado, veio. De pênalti, Jorginho deu a vitória ao time napolitano, por 1 a 0, em duelo válido pela 14ª rodada do Campeonato Italiano.

Agora, o Napoli passa a somar 38 pontos, voltando a estar no topo e com dois de vantagem sobre a Inter. Na 14ª posição, a Udinese, por sua vez, fica com doze pontos e sem conseguir embalar.

O JOGO

Mesmo de ânimo renovado por conta da troca de treinador (Luigi Del Neri por Massimo Oddo), a Udinese pouco ofereceu perigo aos rivais, atuando com os brasileiros Danilo (capitão) e Samir, ambos compondo a linha de três defensores. Como já é de praxe, o Napoli conseguiu se impor e ditar o ritmo, com muita posse de bola e investidas pelos flancos.

Aos 33 minutos, Maggio avançou pela direita e sofreu pênalti. Brasileiro naturalizado italiano, Jorginho chamou a responsabilidade e foi para a bola. Na cobrança, arrematou em cima do goleiro Scuffet, que deu rebote e viu o próprio Jorginho deixar os napolitanos irem em vantagem para o vestiário.

A vantagem nas costas não fez o time de Maurizio Sarri tirar o pé. Seguiu com a bola e tentando atacar à sua forma, embora tenha perdido boas chances (a principal por Callejón, já na reta final). O clube de Údine, por sua vez, apostava na velocidade dos contra-ataques, mas pecou na eficiência dos arremates.

FORA DE CASA, ROMA FICA COM EMPATE

Vindo de derrota para o Atlético de Madrid na Liga dos Campeões, a Roma precisava de uma resposta positiva para seguir a caminhada rumo à caça aos líderes. Não venceu, mas saiu com um ponto, no empate em 1 a 1 com o Genoa, fora de casa.

A equipe romana fez uma partida discreta ao longo do primeiro tempo, apesar de ter gastado a bola na casa dos adversários. Cabe destacar que os brasileiros Alisson, titular do gol da Seleção, e Juan Jesus estiveram no 11 inicial.

Com o segundo tempo veio também o primeiro gol do jogo, marcado por El Shaarawy. O Faraó foi à rede após lindo cruzamento do eficiente Florenzi, lateral-direito. Logo em seguida, De Rossi cometeu pênalti e foi expulso. Lapadula (emprestado pelo Milan) foi quem converteu a penalidade, deixando tudo igual no Stadio Luigi Ferraris.

A Roma fica com 31 pontos e na quarta colocação. Já o Genoa fica em 17º, à beira da zona do rebaixamento, com apenas dez.

MILAN VOLTA A TROPEÇAR EM CASA

No confronto de duas equipes de camisas pesadas, Milan e Torino ficaram no placar mais indigesto ao público: 0 a 0. Nem mesmo o San Siro lotado foi capaz de ser um trunfo para os Rossoneri vencerem pela 14ª rodada.

Com um esquema de três zagueiros e ainda na busca por uma regularidade dentro da Serie A, o Milan encontrou dificuldades para investir diante do time de Turim. Nos primeiros 45 minutos, apenas uma bola foi na direção do gol. Já na segunda etapa, brilhou a estrela Sirigu, goleiro ex-Paris Saint-Germain. O arqueiro do Torino fechou o gol, principalmente em chances de Kalinic.

Longe de brilhar e dos primeiros colocados, o Milan passa a ter 20 pontos, na sétima posição (ainda fora de credenciais às competições europeias). O Torino (décimo), por sua vez, passa a acumular 19 pontos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos