Garotada de Cotia dá conta do recado e traz a vitória para o São Paulo

No início da temporada, a diretoria do São Paulo acreditava que apostar na categoria de base seria a melhor forma de fazer com que o clube retomasse o protagonismo no futebol nacional. Por diversas razões, o plano não foi seguido à risca e o Tricolor sofreu ao longo de todo o ano de 2017, tendo flertado com a zona do rebaixamento por mais de dez rodadas. Na tarde deste domingo, no entanto, os garotos de Cotia provaram mais uma vez seu valor e mostraram que merecem mais espaço no clube do Morumbi.

Depois de sair atrás do placar por conta de um erro grotesco do trio de arbitragem, o São Paulo contou com o talento do meio-campista Shaylon na bola parada para sair do Couto Pereira com a vitória, de virada, por 2 a 1. Primeiro, o garoto, de apenas 20 anos, bateu escanteio na cabeça de Éder Militão - outra cria de Cotia - para o volante improvisado na lateral balançar a rede defendida por Wilson. Depois, Shaylon bateu falta na direção do zagueiro Rodrigo Caio - também formado na base tricolor - e Matheus Galdezani, contra, deu a vitória aos paulistas.

O duelo no Couto Pereira poderia ter uma história completamente diferente, graças ao erro do trio de arbitragem. Ainda no primeiro tempo, o gaúcho Anderson Daronco anotou pênalti de Edimar em Tiago Real, alegando um toque de mão do são-paulino. O lance, na verdade, deveria ter sido invertido, já que foi o jogador do Coxa quem tocou o braço na bola.

Apesar das reclamações, os tricolores nada puderam fazer e o goleiro Wilson abriu o marcador na capital paranaense. Embora tenha sido prejudicada, a garotada de Cotia deu conta do recado e trouxe a vitória na mala, após quatro jogos seguidos sem que o torcedor pudesse comemorar um triunfo nesse Brasileirão.

- O time mereceu essa vitória, pois jogamos muito. A molecada correspondeu em campo. Fizemos um pacto de ir atrás da Sul-Americana e vamos correr atrás disso. Vamos tentar salvar o ano, disse o zagueiro Rodrigo Caio ao fim da partida

O resultado deixa o time de Dorival Júnior com 49 pontos na tabela de classificação. Apesar das chances serem pequenas, o Tricolor ainda sonha com a possibilidade do Brasileirão ter um G9 (para isto, o Grêmio precisa ser campeão da Libertadores e o Flamengo da Copa Sul-Americana) e, com isso, conseguir uma vaga para a Copa Libertadores do ano que vem. Já o Coxa, estaciona nos 43, e entra na última rodada brigando contra o rebaixamento.

FICHA TÉCNICA

CORITIBA 1 X 2 SÃO PAULO

Data: 26/11/2017

Local: Estádio Couto Pereira, em Curitiba - PR

Árbitro: Anderson Daronco - RS

Assistentes: Rafael da Silva Alves e Elio Nepomuceno de Andrade Junior, ambos do RS

Cartões Amarelos: Cleber, Yan Sasse, Werley e Dodô (CTB), Marcos Guilherme (SAO)

Público e renda: 38.059 pessoas (público total)/R$788.588,00

GOLS: Wilson, 40'/1ºT (1-0), Militão, 22'/2ºT (1-1), Galdezani (contra), 27'/2ºT (1-2)

CORITIBA: Wilson; Dodô, Cléber Reis, Werley e Carleto; Jonas, Alan Santos (Edinho, aos 43'/1ºT) (Iago Dias, aos 33'/2ºT), Tiago Real e Yan Sasse (Galdezani, aos 16'/2ºT); Rildo e Henrique Almeida. Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO: Sidão; Militão, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Arararuna (Thomaz, aos 19'/2ºT), Jucilei, Shaylon e Cueva; Marcos Guilherme e Brenner (Júnior Tavares, aos 30'/2ºT). Técnico: Dorival Júnior

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos