Após fracassar com o Chile, Pizzi assume a seleção da Arábia Saudita

O técnico Juan Pizzi ficou pouco tempo desempregado. Após fracassar com o Chile na busca por um lugar na Copa do Mundo de 2018, o treinador foi anunciado nesta terça-feira como novo comandante da Arábia Saudita, que disputará o Mundial.

O argentino já estará ao lado do presidente da Federação, Adel Ezzat, no sorteio dos grupos da Copa do Mundo, que será realizado na próxima sexta-feira, em Moscou.

Pizzi substitui na Arábia Saudita o compatriota Edgardo Bauza, que ficou apenas dois meses à frente da seleção. O ex-treinador do São Paulo disputou apenas três jogos, com uma vitória (Letônia) e duas derrotas (Portugal e Bulgária), todos eles amistosos.

Bauza havia assumido a Arábia Saudita em setembro no lugar de Bert van Marwijk, que classificou a seleção para a Copa do Mundo. O holandês não chegou a um acordo para renovação de contrato e acabou deixando o posto.

Juan Pizzi não teve sucesso em levar o Chile para a Copa do Mundo, ficando em sexto nas Eliminatórias. O argentino assumiu a Roja em janeiro de 2016 e conquistou a Copa América Centenário no ano passado e ficou com o vice da Copa das Confederações em 2017, perdendo a final para a Alemanha.

Além de Pizzi, outros nomes eram cogitados para o lugar de Bauza na Arábia Saudita: entre eles Guus Hiddink, Gheorghe Hagi e Michel Preud'homme.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos