Reapresentação do São Paulo tem brincadeira sobre pênalti mal marcado

  • GERALDO BUBNIAK/AGB/ESTADÃO CONTEÚDO

    Tiago Real, do Coritiba, coloca mão na bola; juiz deu pênalti contra o São Paulo

    Tiago Real, do Coritiba, coloca mão na bola; juiz deu pênalti contra o São Paulo

A última semana de treino do São Paulo em 2017 começou com atividades animadas. Depois de ter folga na segunda-feira, o elenco se reapresentou para trabalhar na tarde desta terça-feira e houve até um rachão, no qual ficou claro o bom humor que deve dominar esses dias, inclusive com uma brincadeira de Dorival Júnior envolvendo Edimar.

O exercício técnico foi bem semelhante a um rachão, com os goleiros na linha, mas ninguém no gol, e a imposição de que cada jogador só poderia dar dois toques na bola. Os times foram divididos sem nenhum indício da escalação que enfrenta o Bahia no domingo, no Morumbi, pela última rodada do Campeonato Brasileiro, e o lance que decidiu a atividade gerou reclamações bem-humoradas.

No lance, Cueva deu um voleio, acertou a trave e a bola sobrou para Buffarini, que mal a acertou, mas fez um desvio suficiente para encobrir Shaylon, que estava embaixo do gol. Edimar estava no time perdedor e foi questionar Dorival Júnior. O técnico, que apitava a atividade, brincou colocando a mão em um braço, imitando o gesto do assistente que apontou ao árbitro Anderson Daronco para dar pênalti ao Coritiba no jogo de domingo - no lance, Edimar disputou pelo alto e quem tocou a mão na bola foi Tiago Real, do Coxa.

Dorival e Edimar gargalharam com a brincadeira do técnico, e o clima leve seguiu com Cueva chamando o voleio decisivo de Buffarini de golaço. Animado, o peruano ainda fez questão de pedir que todos do seu time posassem para tirar foto como o time vencedor do rachão.

Na sequência, a maioria dos jogadores ganhou descanso e houve atividade técnica em campo reduzido para quem não foi titular no domingo. Petros, que cumpriu suspensão, e Lugano, que pode iniciar a partida contra o Bahia como uma homenagem à sua provável despedida do clube, participaram desse exercício.

Hernanes, Pratto e Lucas Fernandes não apareceram no campo, já que sofrem com dores musculares e devem desfalcar a equipe. Rodrigo Caio também não treinou no gramado para fazer fortalecimento no tornozelo esquerdo, mas Dorival Júnior conta com o zagueiro para o fim de semana, por enquanto.

O treino da tarde desta terça-feira será o único totalmente aberto à imprensa nesta semana no CT da Barra Funda. Os jogadores seguem trabalhando pela manhã até domingo, quando, às 17h, enfrentam o Bahia, no Morumbi. O São Paulo precisa vencer e torcer por uma combinação de resultados, além dos títulos de Grêmio e Flamengo na Libertadores e na Sul-Americana, respectivamente, para estar na Libertadores de 2018.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos