Zé Roberto espera puxão de orelha da esposa, mas promete 'namorar mais'

Zé Roberto aceitou o convite para fazer parte da diretoria do Palmeiras sem conversar com a família antes. Sua aposentadoria era esperada, já que seu filho mais velho vai se formar em 2018 e deseja fazer faculdade fora do Brasil. Embora sua decisão atrapalhe os planos, o ex-lateral-esquerdo diz que Luciana, sua esposa, entenderá, pois sabe que ele é apaixonado pelo futebol. Grato por cuidar da família durante seus 25 anos de carreira, Zé ao menos prometeu a ela que poderá "namorar mais" a partir de agora.

- A minha esposa vai me dar uns puxões de orelhas, porque ela sempre esperou esse tempo, para que eu pudesse ter mais tempo para a família, no sentido de poder levantar de manhã, levar meu filho na escola, participar de reuniões, ter um fim de semana para ir com eles ao shopping, assistir a um cinema. Mas eu acho que como a minha esposa me conhece tanto quanto a minha mãe, ela sabe que esse ambiente, ter jogado profissionalmente e permanecer aqui, é o que mais gosto na minha vida, é a minha paixão. Foi o meu sonho quando criança - explicou Zé Roberto.

- Ainda não conversei com o clube sobre o projeto do ano que vem, mas acho que o clube também vai entender a minha situação de ter vivido 25 anos como atleta, e que também terei o tempo de estar com a família. A gente vai conciliar. Essa questão de passar para a minha família ou não, minha esposa é muito sensível, me conhece muito bem e sabe que isso aqui é a coisa que eu mais gosto e que vivo com mais intensidade, o que eu amo - acrescentou.

Zé vai assumir um novo cargo na diretoria do Palmeiras, o de assessor técnico. Ele trabalhará junto da comissão técnica no dia a dia, fazendo o elo com Cícero Souza, gerente de futebol, e Alexandre Mattos, diretor de futebol. A função já era desejada no clube, tanto que Tinga, um dos citados pelo dirigente na entrevista, esteve cotado na Academia de Futebol.

Ele receberá férias neste fim de ano e inicia no próximo ano no cargo. Mesmo sem a rotina de jogador, Zé diz que manterá uma "vida saudável". Só haverá uma mudança:

- O que eu vou acrescentar é namorar mais, com certeza. Vou ter mais tempo. Como eu estava muito ausente de casa, isso tirava essa minha... Possibilidade (risos). Eu ia falar outra coisa, mas deixa, porque tem mulheres aqui. Vamos respeitá-las (risos) - justificou.

- Mas não vou (comer hambúrguer) porque sei que não vai agregar. Já tenho uma disciplina alimentar, então hambúrguer, batata frita e Coca-Cola não vão fazer parte da minha vida daqui para a frente. Já tenho uma mentalidade, sabendo que a gente não pode brincar com a saúde. Hoje você vê jovens que não têm cuidado com o corpo e estão tendo AVC com pouca idade. Percebo que as pessoas não têm essa mentalidade de que é importante cuidar da saúde para prolongar seu tempo de vida. Já descartei o hambúrguer e guloseimas há muito tempo - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos