Lucas, Pato, Kaká, transparência... Os pedidos da torcida para o São Paulo

Na tarde desta quarta-feira, cerca de 20 torcedores (membros de organizadas, torcedores comuns, blogueiros e escolhidos em outras redes sociais) foram para o CT da Barra Funda se reunir com a diretoria do São Paulo. A conversa durou cerca de uma hora e meia e foi entregue aos dirigentes uma série de pedidos para a próxima temporada.

Foi organizada uma espécie de "manual" com as reivindicações, agrupadas em nove temas: estatuto, transparência no departamento financeiro, marketing e estratégias inteligentes, contratações, embaixadas são-paulinas, situações futuras envolvendo Diego Lugano e Kaká, utilização da base de Cotia, alterações no departamento de futebol e planejamento para 2018.

Destacam-se os pedidos por contratações, como laterais, um goleiro, um reserva para Cueva, dois atacantes e dois jogadores renomados, citando Lucas Moura, do PSG, e Alexandre Pato, do Tianjin Quanjian, da China, como exemplo. Além da manutenção da base. No manual, aparecem questionamentos financeiros, solicitação de reforma do Morumbi e mudança no futebol, com a contratação de ídolos como Raí, Lugano, Pintado e Muricy como gestores.

Em relação a Kaká, que anunciou que não ficará no Orlando City, dos Estados Unidos, e está em dúvida se vai se aposentar, o pedido é para que seja feito um acordo para o seu retorno. O mesmo é sugerido em relação a Lugano, que fica sem contrato no próximos mês e também não sabe se continuará jogando futebol profissionalmente.

A Independente, principal uniformizada do clube, informa que reuniu os pedidos de diversos são-paulinos. Nenhum dos presentes na reunião desta tarde se pronunciará publicamente sobre a conversa.

Confira abaixo o que pediram os torcedores no encontro desta quarta:

"1) Estatuto

- Deve ser utilizado da melhor maneira possível, com contratação de profissionais com notável saber em suas especialidades, colocando metas a serem atingidas para cada diretor remunerado, tratando o futebol de forma profissional.

- Respeitar a profissionalização dos cargos diretorivos, deirando de lado nomeações pessoas e políticas. O SPFC não pode ser utilizado para benefícios pessoais e políticos.

- Abertura de votos para sócios e não apenas para conselheiros.

2 ) Transparência no departamento financeiro

- Divulgação trimestral de todas as contas do clube, de maneira transparente e de fácil visualização por parte do torcedor, aumentando a confiabilidade da diretoria junto ao torcedor e, principalmente, aos investidores que queiram formalizar parceiros com o clube.

- Queremos saber em detalhes a destinação dos R$ 170.000.000,00 em vendas realizadas esse ano.

- Quanto da dívida foi abatida com essas receitas e quanto é a dívida atual.

3) Marketing e estratégias inteligentes

- Entendemos que a terceirização do departamento de marketing é o caminho, com metas a serem buscadas e resultados alcançados.

- Não podemos aceitar um diretor ou gerente que não seja referência no mercado e muito menos amadores gerindo esse departamento, com salários de profissionais de ponta.

- O plano de Sócios Torcedores está abandonado e os benefícios quase não existem, sendo uma forte ferramenta de receita do clube. Qual o projeto para o próximo ano?

- Busca por melhores patrocínios e valorização da marca, pois somos a terceira torcida do Brasil em quantidade de pessoas e a primeira no quesito apoio ao time.

- Manutenção de ingressos a preços mais acessíveis, para fortalecermos o novo modelo de torcida que conseguimos implantar nesse ano.

- Tentativa junto ao Ministério Público da volta de venda de ingressos de arquibancada nas bilheterias, pelo menos para os setores mais populares, mesclando a venda online e a venda na bilheteria.

- Aumentar o tempo de permanência do torcedor dentro do estádio (antes e depois da partida), com tudo o que o Morumbi possa oferecer, transformando a partida em um grande evento.

- Aumentar o número de lojas e serviços dentro do Morumbi, com maior quantidade de produtos oficiais ou licenciados pelo clube, para que tenhamos uma fidelização da marca e um ótimo retorno financeiro. Hoje quase não vemos no mercado produtos oficiais do São Paulo Futebol Clube.

- Diversificar as praças de alimentação no estádio, com mais variedades e opções.

- Reforma parcial do Morumbi (cobertura e aproximação do campo).

4 ) Contratações

- Contratação de laterais.

- Contratação de 1 goleiro, para que ocorra uma concorrência saudável com o atual titular.

- Contratação de mais um meio campista, visto que Cueva servirá a seleção de seu país.

- Contratação de mais dois atacantes.

- Contratação de dois jogadores de renome, como Lucas Moura e Alexandre Pato.

- Manutenção dos principais jogadores (Sidão, Arboleda, Rodrigo Caio, Militão, Jucilei, Hernanes, Petros, Pratto e Marcos Guilherme).

5) Embaixadas são paulinas

- Aprovação e efetivação das embaixadas são-paulinas em outros estados.

- Aprovação do projeto "Embaixadas", buscando fomentar/fortalecer a torcida são-paulina fora do estado de SP, com incrível potencial de ganho atra?ves dessa fomentação da marca São Paulo Futebol Clube, Sócio Torcedor, além de servir de base de apoio do clube.

6) Situações futuras envolvendo Diego Lugano e Kaká

- Que seja feito um acordo com esses ídolos, levando em conta a consideração à imagem deles perante à torcida e o benefício que o clube possa ter com isso (tanto técnico, como financeiro).

7) Utilização da base de Cotia

- Melhor organização sobre vendas prematuras e sem sentido (observar o lado técnico do jogador e seu possível futuro no clube).

- Além do aspecto financeiro que Cotia nos rende, temos que ter em mente a questão técnica e os títulos que essas joias podem nos trazer. O equilíbrio é fundamental, algo não demonstrado esse ano.

- Retorno e reavaliações de jogadores emprestados.

- Estreitar a relação Barra Funda/Cotia.

- Empréstimos de jogadores para outros times com o intuito de aprimoramento técnico dos mesmos, bem como, diminuição de custos salariais ao São Paulo Futebol Clube.

8) Alterações no departamento de futebol

- Contratação de um gestor ou superintendente de futebol

- Contratação de um coordenador técnico, com capacitação profissional que o cargo exige

- Sugestões de nomes que poderiam compor esses cargos: Leonardo, Lugano, Pintado, Raí e Muricy.

9) Planejamento para 2018

- Manutenção da equipe titular e comissão técnica.

- Contratações pontuais como supracitados no tópico 1

- Utilização da base como supracitado no tópico 6

- Respeitar o torcedor e expor a situação financeira com frequência

- Queremos transparência na gestão

Presidente, iremos monitorar todas essas solicitações e queremos um retorno de todos os itens. Não deixaremos isso ser engaveatado e não mais permitiremos amadorismo no SPFC. Chega de lutarmos na parte de baixo da tabela. Queremos e exigiremos títulos!

São Paulo, 29 de novembro de 2017"

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos