Aranha revela desejo de encerrar carreira na Ponte Preta

Não é segredo que a Ponte está em processo de reestruturação e renovação. O momento é de dúvidas na permanência de jogadores do atual elenco e também de mudanças na comissão técnica para a temporada de 2018. O goleiro Aranha falou sobre este momento de restauração na Ponte Preta e sobre o desejo de se manter no time.

- Temos que ter humildade também e reconhecer a situação. Nenhum jogador e funcionário está acima da Ponte Preta. Todo mundo que está aqui é dispensável. Agora, depois das eleições, depois de estabelecida a comissão técnica e diretoria, mantendo esse pessoal ou não, precisamos ter humildade de esperar para saber se estamos dentro do planejamento ou não. Como se diz na gíria do futebol: camisa não ganha jogo sozinha. Eu espero poder vestir essa camisa mais uma vez, desde que a Ponte Preta esteja acima de mim. Eu não posso estar aqui lesando a Ponte Preta, não sendo útil ao clube. Tem que ser assim para todos - enfatizou o jogador.

O goleiro também revelou que espera encerrar a carreira na Macaca mas ressaltou que a renovação de contrato só é válida se for contribuir de fato para a Ponte Preta.

- Espero sim conquistar um título com a Ponte Preta. Para mim seria fantástico. Quero permanecer, encerrar minha carreira aqui, desde que eu esteja sendo útil para a Ponte Preta - afirmou o atleta.

Apesar do momento complicado da equipe, que cumpre apenas tabela no Brasileirão, Aranha realçou a importância da equipe honrar a camisa alvinegra, independente do jogo.

- Temos que fazer o nosso trabalho com dignidade e respeito ao clube. Se for amistoso, se for a primeira ou última partida, não importa. Sempre que entro em campo eu faço o meu melhor - disse o arqueiro.

O jogador também foi realista ao analisar os motivos e as dificuldades da Ponte conseguir construir um grupo competitivo para disputar competições. Ele destacou a falta de recursos do clube, que tenta administrar as contas de maneira equilibrada.

- A Ponte não tem o luxo de contratar um grande jogador vivendo um ótimo momento. Quando isso acontece vem um time com mais dinheiro e tira o jogador daqui. Então a Ponte tem que contratar jogadores que são até então dúvida, porque se destacam no interior e o jogador que não está em alta em uma grande equipe, mas que acredita para tentar recuperar. Por mais que a gente queira uma Ponte Preta forte e vitoriosa, temos que ter os pés no chão. Hoje a Ponte não tem esses recursos. Trabalhamos duro e honestamente com os recursos que temos. A Ponte não vai fazer loucura de contratar grandes jogadores e depois acabar falida. A torcida pode ficar tranquila. Pois dentro dos seus limites o clube tenta fazer o seu melhor - afirmou o Goleiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos