ATUAÇÕES: César é o cara e garante Flamengo em uma final internacional

O roteiro não poderia ser diferente. César entrou e virou o herói. Quando ninguém esperava, o goleiro garantiu a vitória por 2 a 0 sobre o Junior de Barranquilla e está na final da Copa Sul-Americana. Felipe VIzeu também foi iluminado e marcou duas vezes. Veja as notas do Lance!

JUNIOR DE BARRANQUILLA

?6,0

Viera

Sem culpa nos gols sofridos, já havia evitado um gol do F. Vizeu antes.

6,0

Murillo

Repetiu a boa atuação do primeiro jogo. Sobe bem ao ataque.

4,0

Pérez

Vencido por Vizeu nos raros duelos entre eles, inclusive nos gols rivais.

4,5

Ariás

Teve problemas na bola aérea nas poucas vezes em que o Fla avançou.

5,0

Gutiérez

Atuação discreta. Não foi ao ataque e nem foi incomodado lá atrás.

5,0

Narváez

Bem na marcação, não repetiu o sucesso com a bola nos pés.

5,5

Cantillo

Foi quem tentou acelerar o jogo no meio, mas faltou perna no final.

6,0

González

Tem qualidade no mano a mano, mas a bola pouco chegou nele.

5,5

Mier

Perdeu algumas bolas bobas e, por isso, nem voltou para a etapa final.

4,5

Chará

Liso demais, deu trabalho, mas falhou nas conclusões. Perdeu até pênalti.

5,0

Téo Gutierrez

Saiu demais da área e deixou sua equipe sem uma referência.

5,5

Ovelar

Deu maior profundidade ao time, mas não conseguiu finalizar ao gol.

4,5

Luis Díaz

Repetiu a atuação do Maracanã: entrou e perdeu alguns gols.

5,5

Barrera

Foi agudo e sofreu pênalti, e também arrumou confusão com a zaga.

5,0

Julio Comesaña

Time previsível, não pressionou em nenhum momento.

FLAMENGO

?8,5

César

Noite memóravel do goleiro. Fez boas defesas e, no momento decisivo da partida, pegou pênalti. Atuação para dar confiança para o camisa 24.

5,5

Pará

Presença quase nula no campo de ataque. Na defesa, não comprometeu, mas teve problemas nos duelos com González e Yimmi Chará.

7,0

Rhodolfo

Titular de última hora - Réver lesionou-se no aquecimento -, manteve o bom nível da zaga. Com coragem, impediu um gol ao atirar-se na bola.

7,0

Juan

Bem na cobertura de Trauco e de Cuéllar, fez boa parte dos desarmes do Flamengo, levando a melhor sobre Téo Gutiérrez durante todo o jogo.

5,0

Trauco

Foi presa para fácil Yimmi Chará. Apesar disso, as falhas defensivas não comprometeram. Também teve uma atuação discreta no ataque.

6,5

Cuéllar

Em sua cidade natal, o volante fez um bom primeiro tempo, com bons desarmes quando o Flamengo não se encontrava em campo.

6,5

William Arão

Foi um dos que se salvaram no primeiro tempo. Na segunda etapa, entrou no ritmo de Diego e Everton Ribeiro, participando pouco.

5,0

Diego

Em um dos jogos mais importantes do ano, o meia teve uma atuação muito discreta. O Flamengo sofreu na criação de jogadas por isso.

5,0

Éverton Ribeiro

Foi mais participativo que Diego, mas acabou errando muito mais também. Além disso, abusou dos passes laterais e para trás.

6,5

Lucas Paquetá

?Além de atuar como assistente de Trauco, por conta das subidas de Chará por aquele lado, criou as jogadas mais agudas do time na etapa inicial.

8,5

Felipe Vizeu

Decidiu o confronto com três gols - dois ontem, um no Maracanã. Para abrir o placar, linda arrancada. No fim, posicionamento de centroavante.

6,5

Márcio Araújo

?Entrou para fechar o meio-campo e fez o que se espera dele.

7,0

Rodinei

Outra vez mostrou que tem estrela - e que pode ser importante atuando também no meio-campo. A assistência para Vizeu selou a classificação.

-

Mancuello

?Entrou nos minutos finais.

7,0

Reinaldo Rueda

Time foi pouco criativo, especialmente no primeiro tempo, mas não sofreu grande pressão. Na etapa final, com as mudanças, foi fatal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos