Jair sobre perder vaga na Liberta: 'Não dá para esconder que pode manchar'

  • Ale Cabral/AGIF

O treino do Botafogo desta sexta-feira foi o penúltimo do ano. Neste sábado serão feitos somente os últimos ajustes antes da partida contra o Cruzeiro. Mas desde esta quinta o técnico Jair Ventura já vem preparando psicologicamente os atletas para o último desafio da temporada.

Num ano em que o time surpreendeu a muitos na Copa Libertadores e na Copa do Brasil, e ainda se manteve na parte de cima da tabela do Campeonato Brasileiro, resta a emoção final. E o treinador entende que a eventual perda da vaga na próxima edição do torneio pode esconder os feitos.

"Tive reunião com meus atletas ontem (quinta). Fizemos uma retrospectiva e os parabenizei pelo ano que fizeram. Eu, como líder, sei bastante que nunca faltou entrega, vontade. Vejo mais mérito que demérito. O Grêmio ganhou a final, mas, de nós, só na bola parada. Será que foi tudo muito ruim? Mas sabemos que não dá para esconder que pode manchar, não para todos. Falam que resgatamos um pouco o Botafogo. É o jogo do ano. Queremos deixar o grupo e a torcida homogênea", espera o treinador.

Para a partida contra a Raposa, Gilson, Bruno Silva, João Paulo e Rodrigo Pimpão estão suspensos e já de férias. Roger também está liberado. Este por não estar totalmente recuperado fisicamente após a retirada do tumor renal.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos