Jair Ventura evita desculpas e diz: 'A não classificação não veio hoje'

A classificação à Copa Libertadores da América, que esteve na mão do Botafogo, escapou de maneira tramática. O técnico Jair Ventura, sentado na sala de imprensa do Estádio Nilton Santos pela última vez em 2017, afirmou não querer dar desculpas. Argumentou e lamentou o terrível mês de novembro do Alvinegro, no qual o time conquistou só uma vitória e seis jogos (quatro derrotas e um empate).

- Começamos um ano muito cedo. Tudo que eu falar aqui não vai ser usado como desculpa, mas como argumento. Novembro foi nosso pior mês em termos de performance. Não conseguimos. Queríamos ter feito o que fizemos nos outros meses. Por que não fizemos? Porque fomos até às quartas da Libertadores, fomos longe. Ano passado tiramos grandes também - lembra, antes de concluir:

- Pagamos o preço de jogar a 110%, 120%. A não classificação não veio hoje. Veio nos outros jogos em casa. Agora é fazer um levantamento. Acabou de maneira traumática, sim. Fazer balanço, não tem culpado. A diretoria fez todo esforço para repor, mas o clube, financeiramente, não tem. Agora, juntamos nossas forças para buscar mais uma classificação - explica o treinador.

Se somarmos a partida única deste mês de dezembro, a campanha do Glorioso em casa terminou terrível. Com apenas um ponto conquistado nos últimos quatro jogos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos