Na volta ao Morumbi, Lugano e time 'made in Cotia' são presente à torcida

"Com o Lugano, não tomaríamos esse gol". "Coloca a molecada de Cotia que resolve". Certamente, todo são-paulino já ouviu ou, ao menos, disse uma dessas duas frases ao longo de um 2017 cheio de percalços. Neste domingo, às 17h, no último jogo da temporada, o torcedor terá a chance de ver essas soluções em campo diante do Bahia.

A partida marca a volta do time ao Morumbi. A equipe não joga em sua casa desde a vitória por 1 a 0 sobre o Sport, em 1º de outubro. Nesses dois meses, o estádio foi palco de eventos musicais, e o Tricolor mandou cinco jogos no Pacaembu, alcançando três vitórias e dois empates, em uma arrancada na tabela do Brasileiro que permitiu a Dorival Júnior nem lamentar tanto as ausências de Hernanes e Pratto, machucados, para esta última rodada.

O São Paulo precisa vencer e torcer por uma combinação de resultados para ter chance de ir à Libertadores. Mas, certamente, o torcedor que estiver no Morumbi neste domingo tem como uma das principais motivações se despedir de Lugano. O uruguaio ainda não atuou com Dorival Júnior - não joga desde 2 de julho - e ganha a chance em sua provável última partida no clube. Ele ainda não decidiu se vai se aposentar e seguir no Tricolor como dirigente.

E Dios terá ao seu lado uma equipe cheia de garotos. A turma "made in Cotia", como o próprio São Paulo gosta de chamar, deve ser representada entre os titulares por Militão e Rodrigo Caio, ambos já frequentes no time, além de Shaylon, que ganha mais uma chance após ser decisivo na vitória por 2 a 1 sobre o Coritiba na rodada passada, e Brenner, atacante de 17 anos que atuará pela primeira vez como profissional no Morumbi.

?

?Com esses ingredientes, a expectativa é de uma homenagem à torcida, que protagonizou no estádio tricolor os maiores públicos do Campeonato Brasileiro. Não à toa, foi possível comprar ingresso para este domingo por R$ 1, graças a acordo feito entre a diretoria e patrocinadores.

Neste espírito, o São Paulo, já garantido na Copa Sul-Americana, sonhando com Libertadores e, principalmente, sem nenhum risco de rebaixamento, se despede de 2017. Apesar de tantos problemas na temporada, há espaço para um sentimento de festa nesta última rodada do Brasileiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos