Após saída de dupla, Carille teme mais baixas no Corinthians

O técnico Fábio Carille teve um ano maravilhoso pelo Corinthians. Nesta segunda-feira, ele recebeu o prêmio Bola de Prata, da ESPN, de melhor treinador do Campeonato Brasileiro. O comandante celebrou o reconhecimento, mas voltou a mostrar preocupação ao falar dp planejamento para 2018. Carille reforçou a possibilidade de perder mais jogadores.

Até o momento, do time campeão, o Timão já perdeu o zagueiro Pablo, que nãp chegou a acordo para permanecer, e o lateral-esquerdo Guilherme Arana, vendido ao Sevilla (ESP). Carille diz que há uma intenção de não perder mais ninguém, mss sabe que pode ser inevitável.

- Não só no Corinthians mas todas as equipes quando chega em agosto já começa a pensar no ano seguinte. Nossas reuniões existem, estamos conversando para que não saiam mais ninguém além de Arana e Pablo, mas é difícil. São jogadores que se destacaram, chamam a atenção, e tem o lado pessoal de querer jogar em outro lugar. Sei que a diretoria fará de tudo para que não saia mais ninguém, assim como foi no meio do ano, quando recusou propostas. Mas por tudo que aconteceu, pode ser que saia mais alguns jogadores - reforçou o treinador.

- A ideia é ser verdadeiro e realista sempre. Existem multas, aconteceu de 2015 para 2016, quando saímos de férias achando que era um dos favoritos na Libertadores, mas perdemos seis titulares. O que eu falo são de coisas naturais, como o Jô, um Fagner. O que eu falo são de coisas naturais, sou realista, e se acontecer não é para lamentar. Se acotnecer, tenho de achar soluções, e não lamentar - completou o treinador.

De desacreditado no início, Carille terminou 2017 como campeão paulista e do Brasileiro. Algo que ele mesmo admite que era inesperado. Mas e agora, o que esperar para 2018?

- Um time com o elenco todo se comportando bem, com os jogadores sabendo o que tem que fazer em campo, com muita compactação e organização, com linhas próximas. Não sou de prometer e acho errado técnico que promete título, acho que o título é uma consequência. A ideia é que os jogadores comprem a ideia e que a gente seja forte como foi agora em 2017 - afirmou.

O Corinthians foi o protagonista da festa da Bola da Prata. Além de Carille, o lateral-direito foi Fagner, Balbuena foi um dos zagueiros, e Jô levou prêmio de artilheiro, com 18 gols ao lado de Henrique Dourado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos