Fifa estende suspensão de Guerrero antes de anunciar decisão

Do UOL, em São Paulo

  • ERNESTO BENAVIDES/AFP

A Fifa estendeu a suspensão do atacante Paolo Guerrero por mais 10 dias. Um dos advogados do atleta, Bichara Neto, informou que a entidade máxima do futebol pode anunciar a decisão sobre o caso do peruano até o fim desta semana.

O camisa 9 está fora do primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana, entre Independiente x Flamengo, mas a presença dele não está totalmente descartada no segundo duelo da decisão, marcada para o dia 13, no Maracanã.

Um exame antidoping realizado na partida entre Peru x Argentina, no dia 5 de outubro, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, acusou o uso de um estimulante por parte do peruano. A substância encontrada foi a benzoilecgonina, que é um metabólico da cocaína, mas que também pode ser encontrada no chá da folha de coca.

Paolo Guerrero e a sua defesa ficaram otimistas após a audiência no Tribunal Disciplinar da Fifa, em Zurique, na Suíça, realizada na última quinta-feira (30). Os advogados valorizaram o fato de que ficou provado diante da corte que, apesar da substância benzoilecgonina ter sido encontrada no organismo do jogador, não houve uso de cocaína. O arcabouço de provas contou, inclusive, com um exame do cabelo do atacante. A versão de Guerrero é que a ingestão se deu via um chá de coca, consumido antes do jogo contra a Argentina, pelas Eliminatórias.

"A Fifa descartou o uso de cocaína. Isso não conta mais. Agora só falta a decisão", disse o atacante após a audiência na última semana.

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos