United vira em dois minutos, deixa CSKA para trás e avança às oitavas

Líder do Grupo A, o Manchester United entrou em campo precisando apenas evitar sofrer uma goleada por 5 a 0 para se classificar às oitavas de final da Liga dos Campeões. Por outro lado, o CSKA tinha que vencer e ainda torcer pelo tropeço do Basel diante do Benfica para avançar. Apesar de o time de Moscou ter largado na frente, os Red Devils souberam aproveitar as falhas na defesa rival para virar o jogo em menos de três minutos. Com o revés por 2 a 1 e a vitória do Basel, o CSKA e se despede da competição após três vitórias e três derrotas, mas vai à Liga Europa.

Disparado na frente, com 15 pontos, o Manchester United confirmou sua presença na próxima fase junto ao Basel, que bateu o Benfica por 2 a 0 e chegou à vice-liderança do Grupo A, com nove pontos. Enquanto isso, CSKA Moscou, também com nove pontos, e Benfica, derrotado em todas as disputas da fase de grupos, dão adeus ao sonho de conquistar a taça da Liga dos Campeões de 2017/18.

O primeiro tempo foi agitado no Old Trafford. Apesar de praticamente ter vaga garantida nas oitavas de final, o Manchester United evitou dar espaços ao CSKA, que entrou em campo precisando da vitória ou de um empate, caso o Basel fosse derrotado pelo Benfica. Por muito pouco os Red Devils não abriram o placar logo no início, quando Lukaku deu um belo toque para Rashford, que acertou na trave de Akinfeev. Após uma sessão de desperdícios de gol, a situação ficou ainda mais tensa quando o Basel abriu o placar sobre o Benfica no Estádio da Luz. A este ponto da partida, o time de Basileia se classificaria junto ao Manchester United e os russos dariam adeus à Liga.

O CSKA começou pressionando na mesma intensidade que o rival, mas perdeu a força. O United, sem grandes preocupações, focou no ataque e acabou deixando brecha para que os russos abrissem o placar com um gol um tanto confuso aos 45 minutos. De fora, Mário Fernandes cruzou rasteiro para dentro da área, Vitinho aproveitou a deixa e mandou uma bomba em direção ao gol, mas a bola ainda bateu nas costas de Dzagoev antes das lamentações de Romero.

A derrota colocaria um ponto final na sequência de 39 jogos invictos do técnico Mourinho e companhia no Old Trafford. Ciente disso, os Red Devils voltaram com sangue nos olhos para o segundo tempo. Rashford quase deixou tudo igual com jogada belíssima na pequena área em que arriscou um chutão. Atento, Akinfeev fez mais uma grande defesa para salvar o CSKA. O atacante ficou ainda mais perto de empatar após falta de Berezutski em Pogba na meia-lua. Na cobrança, Rashford estourou a bola na barreira e apenas passou perto do travessão.

Totalmente pressionado pelo ataque do United, Akinfeev acabou cedendo ao gol de Lukaku aos 19 minutos. Pogba deixou o jogador em excelente condições para deixar tudo igual. Apesar de ter deixado o campo em desvantagem na primeira etapa, menos de dois minutos depois os Red Devils saíram em contra-ataque e Mata deu uma linda assistência para Rashford, que concluiu os 2 a 1 com um chute cruzado.

O CSKA ainda teve a chance de deixar tudo igual após chute certeiro de Dzagoev e provavelmente teria concluído o lance se Sérgio Romero não tivesse se esticado todo para fazer uma grande defesa com os pés aos 39 do segundo tempo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos