Antes da decisão, LANCE! visita palco da final da 'Sula', o intimidador 'Caldeirão do Diabo'

Não vai ser fácil. O Flamengo visita o Independiente, na noite desta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), pela primeira partida da decisão da Copa Sul-Americana, no mítico estádio Libertadores de América, em Avellaneda, na Argentina. O palco da partida esteve fechado para visitas na véspera do jogo, mas o LANCE! conseguiu acesso ao local após muita insistência. A reportagem pôde conferir que a estrutura é de intimidar, feita para criar o típico clima de pressão em duelos diante de equipes argentinas, um verdadeiro caldeirão.

A expectativa é que 48 mil torcedores compareçam ao estádio. Nos últimos dias, muitas filas foram formadas em busca de ingressos. Na visita que fez ao estádio, a reportagem conferiu os torcedores passando horas na busca por ingressos. Os fãs do Rojo estavam muito animados e confiantes de que é possível criar a vantagem neste primeiro duelo.

- Espero a vitória, confio no objetivo da equipe, espero que possamos construir um bom resultado em casa - disse o jovem torcedor Santiago Gabriel, orgulhoso com a camisa do time do coração.

A torcida do Independiente deve fazer um grande mosaico de 360°, de acordo com o diário Olé. Os rubro-negros também estarão presentes, porém em menor número. O estádio foi recentemente passou por uma grande reforma. Somente uma tribuna da estrutura antiga foi mantida, por ser patrimônio histórico, mas passou por uma grande reformulação. Considerando-se a partida de estreia do templo, lá se vão 89 anos.

Um dos acessos à torcida da casa chama atenção pelo nome: 'A Gargante do Diabo'. O Rei de Copas, apelidado assim pelos seus incríveis 16 títulos internacionais oficiais, deve pressionar o Flamengo em busca do resultado desde o primeiro minuto. Os cariocas estão conscientes da pressão e planejam aproveitar espaços.

Muro do Racing vira 'banheiro' em dias de jogo

Um fato muito curioso que chama atenção de qualquer visitante na cidade de Avellaneda é a proximidade dos estádios dos grandes rivais Independiente e Racing. As estruturas são separadas por uma distância muito pequena, de vista. Um funcionário dos Rojos, que preferiu não se identificar, brincou ao apontar para um muro do complexo esportivo do arquirrival, que fica de frente para o Estádio Libertadores de América.

- Aqui é a nossa casa, ali é o banheiro. Quando tem jogo, os torcedores vão ali no mictório (risos) - disse, divertindo-se.

O clima na região é de futebol raiz. As ruas no entorno dos estádios têm nomes de jogadores. Na terça-feira, os torcedores do Independiente formaram filas em busca de ingressos na via chamada Diego Milito, ídolo do Racing. Outro fato curioso é que ele tem um irmão também famoso, Gabriel Milito, ídolo do arquirrival. Os dois chegaram a duelar e até se desentenderam quando ainda eram jovens em lados opostos na Avellaneda. Só mais uma das incríveis histórias do futebol.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos