Rubro-negro 'todo rojo', Mancuello volta a Avellaneda com o coração dividido

Torcedor fanático do Independiente, o argentino Mancuello terá um reencontro especial com o ex-clube na noite desta quarta-feira, na final da Copa Sul-Americana. Como já era de se imaginar, o assunto foi pauta de todos os veículos de imprensa da argentina. Assim que o Flamengo desembarcou no país, o camisa 11 foi cercado pelos jornalistas.

Não há o que esconder. A paixão de Mancu pelo Independiente é declarada por ele próprio. No retorno à Argentina, o meia do Flamengo disse que não vai comemorar se fizer gol no ex-clube.

- Eu não comemoro, mas quero fazer (gol). É muito importante saber que vamos jogar contra o time do meu coração, time que toda a minha família torce. Mas minha cabeça hoje está no Flamengo. Lutamos o ano todo e hoje estamos aqui. Todos os times se conhecem, mas posso falar alguma coisa - disse o argentino.

No Instagram, rubro-negros e torcedores do Independiente rivalizam no perfil de Mancuello. Os argentinos lembram do passado do camisa 11 e pedem que ele faça até gols contra. Alguns torcedores do Flamengo entendem a paixão do jogador, mas pedem profissionalismo neste momento decisivo.

A reportagem do LANCE! esteve no estádio do Independiente na véspera da partida e sentiu que os torcedores locais têm saudade do Mancu.

- Ele tem a cabeça muito boa, é um rapaz muito bom. O futebol dele depende muito do psicológico. Não sei porque não joga tanto no Flamengo. É um grande cobrador de faltas - disse o engenheiro Enrique Lopez, que estava em busca de ingressos para a final.

Mancuello chegou ao Flamengo no início de 2016, com status de grande jogador, contratado por cerca de R$ 12 milhões, mas ainda não fez jus às grandes expectativas. Ele teve alguns bons momentos, mas não conseguiu se firmar por muito tempo como titular na equipe.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos