Henrique Dourado abre o caderno de metas: veja quais o Ceifador cumpriu!

Henrique Dourado é motivado por objetivos traçados, sejam eles individuais ou coletivos. Durante o ótimo ano que fez em 2017, o atacante revelou que havia estabelecido algumas metas em janeiro, anotando em seu caderno. Com o fim do Brasileirão, o camisa 9 revelou quais foram alcançadas e quais não foram.

Foram cinco pontos escritos e mantidos em segredo por Henrique Dourado:

conquistar um título, fazer a temporada com mais gols da carreira, marcar 30 vezes no ano, artilharia de um torneio e convocação para a Seleção Brasileira.

Confira na galeria de fotos acima as metas alcançadas pelo Ceifador!

Sempre quando questionado, Henrique Dourado manteve o mistério sobre as metas enquanto a temporada estava rolando. Agora, com o término do ano e com o Fluminense de férias, o centroavante explicou o motivo do segredo.

- Eu não falei dessa meta antes porque as pessoas poderiam pensar que tinha rolado uma acomodação. Do tipo "ele chegou aos 30 gols e não está se esforçando mais". A bola podia simplesmente parar de entrar - afirmou Henrique Dourado ao site oficial do Fluminense, antes de seguir:

- Aqui não tem só as metas traçadas, mas varias outras coisas pessoais. Estou muito feliz porque a gente trabalha para esses momentos. E trabalhando eu consegui alcançar, junto com a ajuda dos meus companheiros, algumas das metas que tracei. Tomara que nos próximos anos possa ter mais sucesso.

Confira o que Henrique Dourado comentou sobre cada meta traçada:

Meta 1: Levantar uma taça

- Os meninos falaram da Taça Guanabara. Tá certo, não deixa de ser uma conquista, mas confesso que não era o título que eu mais desejava. Pensava em Campeonato Carioca, Sul-Americana... então fica o gostinho que poderia ter sido melhor.

Meta 2: Atingir minha melhor marca

- Tinha feito 25 gols na temporada de 2014. Consegui superar essa marca.

Meta 3 : Fazer 30 gols no ano

- Se não me falha a memória, foi contra o Avaí, no Maracanã (na verdade, foi contra o São Paulo. O gol marcado contra o Avaí foi o 29º no ano). Um gol que eu virei todo desengonçado. Quando eu atingi essa meta, conversei com a minha esposa e a gente decidiu aumentar para 35 gols. Mas a meta original eu superei.

Meta 4: Ser artilheiro de algum campeonato

- Engraçado que eu não determinei qual campeonato. Podia ser qualquer um. Graças a Deus eu estou realizando esse sonho de criança. Acho que todo atacante almeja ser artilheiro de um campeonato como o Brasileirão.

Meta 5: Seleção Brasileira

- Creio que ainda está por vir. Vai continuar sendo uma das minhas metas. Não vou deixar de sonhar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos