Ponte Preta tem orçamento reduzido para temporada de 2018

Com a queda para a Série B do Campeonato Brasileiro, a Ponte terá que lidar com uma redução significativa de orçamento. De uma cota de quase R$ 30 milhões, o clube vai receber aproximadamente R$ 4 milhões e terá de se adequar à nova realidade financeira.

Isso sem dúvidas vai impactar as folhas de pagamento do clube. A situação é complicada para a Macaca, principalmente quando se pensa em montar um elenco competitivo para disputar o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e também o acesso na Série B do Brasileiro.

Reforços com salários que se encaixem ao novo orçamento são o foco. O primeiro jogador anunciado, o zagueiro Wesley Matos, está dentro da nova receita. O caixa da Macaca também poderá afetar a comissão técnica.

O técnico Eduardo Baptista, que tem contrato até final de 2018, se mantém no cargo mesmo com o assédio de outros clubes, como o Sport.

O presidente Vanderlei Pereira irá se pronunciar sobre o planejamento do clube para a próxima temporada, após o dia 11, quando acontece a primeira reunião do conselho eleito.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos