Conversas pelo retorno de Maidana seguem travadas no São Paulo

Peça-chave no sistema defensivo do Paraná na campanha que recolocou o clube de Curitiba na Série A do Brasileirão após uma década na Segundona, o zagueiro Iago Maidana segue com seu futuro indefinido. O jogador está emprestado pelo São Paulo até o fim deste mês e os tricolores ainda não demonstraram quais são seus planos para o jogador, que tem contrato com o Tricolor até setembro do ano que vem.

A intenção dos paranaenses é permanecer com o atleta para a próxima temporada. As negociações, no entanto, ainda nem sequer foram abertas. O São Paulo procurou os representantes do zagueiro para iniciar as conversas, mas ainda não agendaram uma reunião. Desta forma, o jovem jogador, de apenas 21 anos, ainda não sabe onde jogará em 2018.

Apesar do bom nível técnico demonstrado pelo jogador na Série B, o São Paulo possui certo receio de contar com o defensor em seu elenco da próxima temporada. Isto porque, Maidana foi o pivô do episódio que gerou a renuncia do ex-presidente Carlos Miguel Aidar, em 2015.

Na época, Maidana havia sido vice-campeão mundial com a seleção brasileira sub-20 e se destacava no Criciúma. Ele foi comprado por R$ 800 mil por uma empresa chamada Itaquerão Soccer. Depois, foi inscrito no Monte Cristo, clube da Terceira Divisão de Goiás, e vendido ao São Paulo na sequência por R$ 2 milhões, referentes a 60% de seus direitos. O caso chamou a atenção da Fifa e acabou resultando em uma grave crise política no Tricolor.

Embora os representantes do atleta neguem, alguns clubes se interessam no futebol do jogador, que fez 24 jogos na Série B do Brasileirão e anotou cinco gols. Com ele em campo, o Paraná teve uma média de apenas 0,6 gols sofridos por jogo na Segundona. Além disso, quando Maidana estava jogando, o clube de Curitiba somou aproveitamento de 65,2% dos pontos disputados, o que lhe garantiria o título nacional.

Os são-paulinos estudam os prós e contras de repatriar o jogador, que seria uma boa peça de reposição para a vaga deixada por Lugano. Por outro lado, o fator político pesa contra o retorno do atleta. Com a chegada de Raí como novo executivo de futebol do São Paulo, as negociações devem ganhar corpo e uma definição deve ser tomada nas próximas semanas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos