Dortmund demite Bosz e anuncia substituto com péssimo retrospecto

Não teve como o Borussia Dortmund evitar. Depois de ser derrotado para o Werder Bremen em casa, por 2 a 1, no último sábado, a diretoria aurinegra optou por demitir o técnico Peter Bosz. E já há um - curioso - substituto. Em entrevista coletiva realizada neste domingo, o austríaco Peter Stöger, demitido do Colônia há uma semana, foi anunciado como o novo comandante do BVB.

- Estou imensamente feliz de poder treinar este time, neste estádio. Você só tem este tipo de oportunidade uma vez na vida - disse Stöger.

A curiosidade pela escolha por Stöger se dá pois o antigo treinador do Colônia não venceu nenhum dos 14 primeiros jogos da atual Bundesliga. Ele estava no

Köln nos últimos quatro anos e meio.

Já em relação a Bosz, o holandês deixa o clube após uma sequência de nove jogos sem vitória, somando todas as competições, sendo que acumulou seis derrotas neste período. Peter Bosz desembarcou em Dortmund para a temporada 2017/18, após realizar ótimo trabalho no Ajax.

- Decidimos ontem à noite em uma conversa com Peter Bosz que ele precisava sair imediatamente. Ele estava emotivo, mas encarou calmamente - disse Hans-Joachim Watzke., CEO do clube.

Após um bom início, Bosz deixa o Borussia Dortmund após 24 partidas - oito vitórias, seis empates e dez derrotas. O time marcou 57 gols e sofreu 43.

Peter Stöger, por sua vez, pega um Dortmund em ruínas e com a necessidade de uma reconstrução no time de Aubameyang e companhia, apenas o sétimo colocado no Campeonato Alemão e eliminado da Liga dos Campeões (porém credenciado à disputada da Liga Europa).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos