Vasco inicia preparação para Copinha e pode ter 'ajuda de profissionais'

O time sub-20 do Vasco já está em preparação para a Copa São Paulo de Futebol Júnior do ano que vem. Com os comandos do técnico Marcus Alexandre, a equipe faz diariamente atividades no Centro de Treinamento Almirante Heleno Nunes de olho na estreia diante do Juventus (SP), no dia 2 de janeiro de 2018, no estádio Municipal José Batista Pereira Fernandes, em Diadema (SP). Para ajudar na caminhada do título, nomes já profissionais do Cruz-Maltino devem disputar o torneio.

Esta descida de jogadores do profissional para os juniores foi um pedido do técnico Zé Ricardo. Nomes como o lateral-esquerdo Alan Cardoso, o volante Andrey e o atacante Paulo Vitor são exemplos de atletas que vinham integrados ao time adulto e podem ir para o sub-20 pela Copa São Paulo. Isto tem como um dos objetivos manter o ritmo de 2017: os juniores do Vasco foram o mais vitorioso do Rio de Janeiro na temporada, conquistando os títulos da Taça Guanabara, Taça Rio e do Campeonato Carioca.

O técnico Marcus Alexandre conta que Alan, Andrey e Paulo Victor estão inscritos na competição, mas ainda não tem a confirmação de que eles vão descer para jogar a Copinha. Segundo o treinador do sub-20 cruz-maltino, seria importante para o time e para os garotos a participarem da competição.

- Os meninos foram inscritos, mas nós não temos a confirmação de que vão atuar. Seria muito importante a presença deles, porque a equipe ganha uma experiência muito grande. O Paulo Vitor foi artilheiro da Copa do Brasil e do Carioca (ambos da categoria sub-20), o Andrey vai dar uma experiência muito grande e segurança ao meio-campo, o Alan também por toda sua capacidade técnica e liderança no grupo. Além disso, a gente ajudaria esses três meninos a terem ritmo de jogo e de competição, porque tenho certeza que eles vão ser aproveitados no Carioca - disse Marcus Alexandre, contando como está a preparação do grupo.

- Nossa preparação tem sido muito boa. A gente vem traçando objetivos dentro dela, e desde o início vem atingindo eles passo a passo. Para a estreia no dia 2, ainda tem alguns aspectos que o time precisa evoluir, mas tenho certeza que vamos conseguir. Esse time é muito ofensivo, essa vai ser a principal característica. A gente vem exigindo muita movimentação, triangulação e finalizações. Principalmente finalizações, que deixamos a desejar na OPG e sabemos que lá na Copinha um dos critérios de desempate é o saldo de gols. Isso mostra a importância de estar fazendo gols dentro da partida. Então, estamos cobrando muito isso dos atletas e já está tendo evolução nesse fundamento - completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos