Mourinho arruma confusão com Ederson após derrota em dérbi

Cutucado por Pep Guardiola, José Mourinho protagonizou cenas nada amistosas após perder para o arquirrival Manchester City, no último domingo, em duelo válido pela 16ª rodada do Campeonato Inglês. De acordo com o jornal britânico "The Times", houve um entrevero quando o treinador do Manchester United foi cobrar um "melhor comportamento" na porta do vestiário rival. Não prestou.

Herói nos minutos finais, o goleiro Ederson teria discutido com Mourinho, sem barreira para a utilização da língua portuguesa, acalorando a confusão. Até garrafas de água e leite foram atiradas, de acordo com a imprensa local.

Incomodado com o barulho da festa dos Citizens, José Mourinho chegou ao 20º confronto diante de Pep Guardiola, estacionando em apenas quatro vitórias no histórico. O deste domingo foi um revés para o seu lado, por 2 a 1, o que permitiu que o City abrisse 11 pontos de vantagem na liderança do Inglês.

Ainda sobre o tumulto, é informado que Lukaku, centroavante do United, também teria participado da confusão à boca do vestiário azul. Ao menos 20 pessoas teriam causado o rebuliço, que culminou na presença de segurança reforçada a fim de apaziguar os ânimos.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos