Por confusão no hotel dos argentinos, Conmebol estuda punir o Flamengo

A madrugada que antecedeu a final da Copa Sul-Americana de 2017 entre Flamengo e Independiente-ARG foi tensa e com algumas confusões nas ruas da cidade do Rio de Janeiro. O principal foco dos incidentes foi no Hilton Barra, hotel onde os argentinos estavam hospedados. Por conta do ocorrido, a Conmebol irá abrir um processo contra o clube carioca.

A entidade ainda vai analisar todos os fatos que ocorrerão até no dia seguinte da final. A punição não tem como ser prevista, pois a equipe da Conmebol vai esperar toda a repercussão das confusões para saber como vai proceder com o Flamengo.

Vale lembrar que no jogo de ida, a Conmebol também abriu processo contra o Independiente, que fez a mesma baderna nas ruas de Buenos Aires. No caso dos argentinos, ainda tem um vídeo circulando na internet com um torcedor fazendo gestos racistas em direção aos torcedores do Rubro-Negro.

Através das redes sociais, o perfil oficial do Independiente chegou a pedir desculpa por conta desse torcedor que imitou um macaco e se solidarizou com o Flamengo na luta contra o racismo. Sobre as manifestações na porta do hotel, os argentinos saíram com bom humor, agradecendo a recepção dos flamenguistas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos