Zé Roberto diz que 'caso Felipe Melo' fez Cuca mudar e mexeu com o grupo

Zé Roberto citou a briga entre Cuca e Felipe Melo, que culminou com o afastamento do volante, como um dos "percalços" que fizeram o Palmeiras não ter os resultados que esperava em 2017. O ex-jogador, aliás, assumirá como assessor técnico do clube em janeiro e terá como uma das principais funções evitar que episódios como este tomem grande proporção.

- Houve alguns momentos, alguns percalços, algumas situações que mexeram com o grupo, coisas que até então a gente não tinha vivido. A situação do Cuca com o Felipe Melo... Isso traz desgaste. Houve essa discórdia entre eles e o clube tinha que entrar com algum método no sentido de não atingir o grupo. Acabou tendo que afastar o Felipe Melo, um cara de grupo, que estava junto com a gente. O grupo sente. A gente teve momentos difíceis que mexeram com o grupo e que a gente não conseguiu assimilar - disse Zé, em entrevista ao programa Bola da Vez, da ESPN Brasil.

Cuca e Felipe Melo, que já não se davam bem, romperam de vez após o volante fazer um comentário agressivo contra o treinador no vestiário do Mineirão, instantes após a eliminação do Verdão na Copa do Brasil, diante do Cruzeiro. Ele ficou afastado do elenco do fim de julho até o início de setembro, quando retornou à rotina dos companheiros ainda com Cuca no comando.

De acordo com Zé Roberto, o atrito transformou Cuca, que passou a ser uma pessoa diferente da que os atletas conheceram em 2016, ano do título brasileiro.

- Foi muito claro que o Cuca da segunda passagem não foi o Cuca da primeira. O Cuca sempre foi um treinador muito sentimental, pelo menos foi isso que ele sempre passou para nós, e acho que o desconforto com o Felipe Melo mexeu muito com ele. O Cuca sempre foi um cara do bem, que sempre fez o bem para o futebol, que sempre procura fazer a coisa correta, e eu percebi que depois desse desconforto ele passou a ser um cara mais reservado, ele não tinha mais aquela proximidade com o grupo. Nós sentimos ele um pouco distante. Ele sentiu muito aquela situação, até porque acho que ele nunca tinha tido um atrito dessa forma, de ter que afastar um jogador.

Cuca deixou o Palmeiras em outubro e foi substituído interinamente por Alberto Valentim nas 11 rodadas finais do Brasileirão. Para 2018, a diretoria elegeu Roger Machado como treinador.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos