Emblemático: Independiente faz festa em janela quebrada durante confusão

Ingredientes da noite de futebol e confusão no Maracanã acabaram se unindo em uma imagem, já no início da madrugada desta terça-feira. Foi uma jornada de pancadaria, quebra-quebra, invasões, gás de pimenta para todo lado, mas também de títulos de um clube acostumado a levantar taças. Em uma cena simbólica, os últimos momentos de festa do Independiente no estádio se deram dentro do ônibus, justamente na direção de uma janela que foi quebrada na chegada da delegação ao palco da decisão da Sul-Americana, diante do Flamengo.

Ninguém estava ligando se os cacos de vidro estavam por perto ou se lá fora ainda poderiam ser alvo de alguma retaliação de "torcedores" rubro-negros. O que importava era a presença de um objeto brilhante lá dentro: a taça da 17ª competição internacional conquistada pelo Rojo.

A festa no ônibus estava animada e começou apenas com os jogadores. Várias músicas provocativas e tradicionais da "hinchada" foram entoadas. Na janela, estava Walter Erviti, camisa 10 que ficou no banco o jogo todo. E daí? O negócio ficou animado de vez quando torcedores do Independiente, familiares que foram ao estádio e acessaram o local pelo mesmo setor dos jogadores, depararam-se com aquela cena de euforia.

O Independiente tem muito mais a comemorar do que a reclamar, apesar da selvageria. Do outro lado, muita gente apanhou, ficou traumatizada, passou perrengue e ainda teve que ir para casa com o sabor amargo do vice-campeonato. Por essas e outras que não haveria coisa melhor do que tomar assento diante daquela janela quebrada.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos