Vice de Andrés diz que foi 'cortada' da eleição do Corinthians por 'excesso' de mulheres

Não deu certo a tentativa da chapa de Andrés Sanchez de emplacar duas mulheres como vices do candidato à presidência do Corinthians. Pior: o assunto virou polêmica. Nesta quinta-feira, Maria de Lourdes Jacob Mattavo, uma das anunciadas como vice de Andrés, confirmou sua saída da chapa. Mais: segundo ela, foi "cortada" por não ter possibilidade de duas mulheres como vice.

Em texto enviado a um grupo de conselheiros no WhatsApp, Maria de Lourdes se diz decepcionada e chateada com a decisão. Fala do meio do futebol como machista, causa de sua saída, segundo ela.

"(...)No dia de Ontem, me foi comunicado que devido a questões de duas Mulheres como vice presidentes em um clube de futebol ser inadmissível, fui cortada da chapa. Confesso que na hora me senti chateada, triste, com o que havia acontecido. De certo modo fiquei sem chão. Hoje, percebi que estes acontecimentos me ensinaram muito. Que na política, todos são descartáveis em nome do poder, e que o futebol infelizmente ainda é extremamente machista no Brasil", diz trecho do texto.

Maria de Lourdes foi anunciada como vice de Andrés com Edna Murad Hadlik por André Luiz Oliveira, vice-presidente do Timão e assessor de Andrés. André utilizou o Instagram para comemorar a entrada das mulheres na chapa. O anúncio, no entanto, sempre foi visto com desconfiança por grande parte do clube, entre situacionistas e oposicionistas. Já havia quem garantisse que a ideia não vingaria. Outros questionavam a participação política da dupla escolhida por Andrés e diziam que fazia parte de uma escolha de "fachada".

Em contato com a reportagem do LANCE!, Andrés falou sobre a saída de Maria de Loudes. Edna segue como vice pelo menos por ora.

- O grupo é grande e muitos queriam (a saída dela). Estamos discutindo - disse.

Andrés é um dos cinco candidatos à eleição presidencial do Corinthians, marcada para fevereiro do ano que vem. Concorre com Antonio Roque Citadini, Felipe Ezabella, Romeu Tuma Júnior e Paulo Garcia. Confira abaixo a íntegra da mensagem de Lourdes enviada aos conselheiros:

"A vida é surpreendente, as vezes precisamos de alguns choques para compreender a realidade e evoluirmos como seres humanos. Pois bem, como muitos sabem e de acordo com anunciado na mídia, fui convidada a concorrer pelo cargo de 2ª Vice Presidente do Corinthians na Próxima gestão, ao lado do Andrés Sanchez. Após certa insistência e pensando no bem do clube, aceitei a proposta com alegria, pois eu via muitas oportunidades de contribuir com algo que faz parte da minha vida há 40 anos. No entanto, no dia de Ontem, me foi comunicado que devido a questões de duas Mulheres como vice presidentes em um clube de futebol ser inadmissível, fui cortada da chapa. Confesso que na hora me senti chateada, triste, com o que havia acontecido. De certo modo fiquei sem chão. Hoje, percebi que estes acontecimentos me ensinaram muito. Que na política, todos são descartáveis em nome do Poder, e que o futebol infelizmente ainda é extremamente machista no Brasil. Visto isso, por enquanto me afastarei da política do clube, e peço por gentileza, que momentaneamente respeitem meu espaço evitando tocar no assunto. Mas nunca se esqueçam, a luta não para. E que sempre aconteça o melhor ao Corinthians."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos