Futebol e finança: Corinthians perde dois diretores nesta sexta-feira

O Corinthians oficializou nesta sexta-feira as saídas do diretor de futebol Flávio Adauto e do diretor de finanças Emerson Piovesan. Eles deixam a atual diretoria para serem candidatos a vice-presidentes de Paulo Garcia, que lançará sua candidatura na segunda-feira.

"O Sport Club Corinthians Paulista agradece aos conselheiros Emerson Piovesan e Flávio Adauto por toda a dedicação demonstrada como diretores do clube, função que deixam de exercer nesta sexta-feira (15). Ambos tiveram grande importância para o sucesso alcançado na temporada de 2017. O Corinthians deseja sorte para os ex-diretores", diz a nota assinada pelo presidente Roberto de Andrade.

Sem Flávio Adauto, a responsabilidade pela contratações de reforços aumenta em cima do gerente de futebol Alessandro Nunes. Ao lado da comissão técnica e do presidente Roberto de Andrade, ele será o principal negociador com empresários e jogadores, função que já vinha exercendo ao longo deste ano.

O Corinthians ainda não anunciou se pretende contar com outros dois diretores para as funções até o dia 3 de fevereiro de 2018, quando será realizada a eleição.

Com o anúncio da candidatura de Paulo Garcia na última quarta-feira, o Corinthians terá cinco concorrentes na eleição. Andrés Sanchez, Antonio Roque Citadini, Felipe Ezabella e Romeu Tuma Júnior já haviam lançado suas candidaturas.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos