Mudanças no futebol do Bota: Cacá deixa o cargo e Lopes pode sair

O Botafogo prepara mudanças no time de futebol para o próximo ano, mas também fará alterações no organograma: no departamento de futebol, o vice-presidente, Cacá Azeredo, deixa a pasta, e tem tudo para ser substituído por Gustavo Noronha, já ativo no mandato de Carlos Eduardo Pereira com o cargo de diretor jurídico do mesmo departamento.

Sob a batuta de Nelson Mufarrej, Cacá deverá voltar à vice-presidência de remo, que o dirigente já comandava antes de substituir Antonio Carlos Mantuano no futebol (em 2015). A saída de Antonio Lopes também é dada como certa, após enorme pressão interna e externa.

Em agosto de 2015, Cacá assumiu o posto de vice-presidente do Botafogo e substituiu o xará Antônio Carlos Mantuano, que renunciou ao cargo por se "sentir usado". Azeredo, portanto, pegou o time na Série B, viu o título chegar e no ano seguinte o Glorioso alcançar a Libertadores, competição onde foi eliminado para o campeão Grêmio, nas quartas de final. Em 2017, o Glorioso ainda alcançou as semifinais da Copa do Brasil.

Lopes foi um dos primeiros contratados de Carlos Eduardo Pereira, e o presidente até o fim deste ano sempre foi o principal defensor do trabalho do ex-treinador. O trio CEP-Cacá-Lopes vêm comandando o futebol alvinegro desde o início do mandato do grupo Mais Botafogo, mas parece que será totalmente reformulado para o próximo mandato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos