Palmeiras quer elenco com 31 atletas em 2018: veja como está a montagem

A diretoria do Palmeiras planeja ter 31 jogadores no elenco de 2018, sendo quatro goleiros. Hoje, considerando os atletas que chegaram e do grupo que voltou de empréstimo com chance de ser aproveitado, são 36 atletas. Esse número não leva em conta jogadores como Lucas e Matheus Sales, que voltam de empréstimo, mas a princípio serão cedidos novamente.

 

Entre os 36, ao menos três já sabem que dificilmente serão mantidos: o lateral-direito Fabiano, o meia Hyoran e o atacante Róger Guedes. Outros ainda podem sair: Raphael Veiga, por exemplo, interessa a outros clubes. O Verdão não o liberou ao Atlético-PR e o candidato da vez é o Atlético-MG.

 

Até agora, o Palmeiras fez quatro contratações: Weverton, Emerson Santos, Lucas Lima e Diogo Barbosa. A diretoria ainda acha fundamental trazer um lateral-direito - Rafinha, do Bayern de Munique, é o favorito - e está de olho em duas "oportunidades de mercado" que surgiram recentemente: Gustavo Scarpa, do Fluminense, e Ricardo Goulart, do Guangzhou Evergrande. Os dois não estavam no planejamento inicial, mas passaram a interessar a partir do momento que abriram a possibilidade de deixarem seus atuais clubes.

 

Os atletas que retornam de empréstimo e estão nos planos são o zagueiro Thiago Martins (estava no Bahia), o lateral-direito João Pedro (estava na Chape) o lateral-esquerdo Victor Luis (estava no Botafogo), o meia Allione (também no Bahia) e o atacante Artur (Londrina). Outro acréscimo em relação ao elenco de 2016 pode ser o zagueiro Pedrão, que estoura a idade para defender o sub-20. O clube acertou com o Água Santa a compra de parte de seus direitos econômicos e, se não for utilizá-lo, terá de emprestá-lo.

 

Posição por posição, como está o elenco:

 

GOLEIROS:

 

Fernando Prass

Jailson

Weverton

Daniel Fuzato

 

Essa posição já está resolvida. O Palmeiras renovou por mais um ano com Fernando Prass, trouxe Weverton com contato de cinco temporadas e emprestou Vinicius Silvestre à Ponte Preta para que ele ganha experiência. Vagner, que estava emprestado ao Guarani, já tem novo destino: o Ituano.

 

ZAGUEIROS:

 

Antônio Carlos

Dracena

Juninho

Luan

Mina

Emerson

Pedrão

Thiago Martins

 

Ainda haverá mudanças. São oito atletas, sendo que o clube deseja ter seis ou sete. A imprensa espanhola tem noticiado repetidamente que o Barcelona pagará 9 milhões de euros para levar Yerry Mina em janeiro, seis meses antes da data combinada entre os clubes, mas o Palmeiras diz não ter recebido nada. Se Mina ficar, os maiores candidatos a saírem serão Pedrão e Thiago Martins, já que o contrato de Antônio Carlos, que termina em 31/12, deve ser renovado. Emerson Santos, ex-Botafogo, chega com vínculo de cinco anos.

 

LATERAL-DIREITA

Fabiano

João Pedro

Mayke

 

O clube acha primordial contratar um reforço para esta posição. Para ter Rafinha, será preciso que o Bayern de Munique o libere já em janeiro, algo que não é tão fácil de acontecer. Fabiano não deve ficar: se não for vendido para um clube alemão (há sondagens constantes), ele deve ser emprestado a uma equipe brasileira. Jean e Tchê Tchê também podem atuar no setor.

 

LATERAL-ESQUERDA:

Diogo Barbosa

Victor Luis

Michel Bastos

 

Uma das posições mais reformuladas no elenco. Egídio transferiu-se para o Cruzeiro, enquanto Zé Roberto se aposentou. Para seus lugares, o clube contratou Diogo Barbosa, ex-Cruzeiro, e resgatou Victor Luis, que estava emprestado ao Botafogo.

 

VOLANTES:

 

Bruno Henrique

Felipe Melo

Thiago Santos

Tchê Tchê

Moisés

Jean

Guerra

Raphael Veiga

Hyoran

Lucas Lima

Allione

 

Por enquanto, o setor perdeu apenas um jogador do elenco de 2017: Arouca, liberado para o Atlético-MG. Hyoran deve ser o próximo liberado. Raphael Veiga e Guerra despertaram interesse de outros clubes, mas o Palmeiras manifestou inicialmente que não deseja liberá-los. As chegadas, por enquanto, foram duas: Lucas Lima, que veio do Santos com um contrato de cinco anos, e Allione, que volta de empréstimo ao Bahia. Ainda há a possibilidade de mais uma chegada: Gustavo Scarpa.

 

ATACANTES:

 

Borja

Willian

Deyverson

Dudu

Keno

Róger Guedes

Artur

 

Já houve uma saída (Erik, emprestado ao Atlético-MG) e uma chegada (Artur, voltando de empréstimo ao Londrina). Ricardo Goulart, se conseguir a liberação do clube chinês, também pode chegar. David, do Vitória, chamou a atenção no Brasileiro, mas as conversas esfriaram. Róger Guedes não aceitou ir para o Fluminense na troca por Scarpa, mas ainda deve sair.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos