Peres se nega a pedir dinheiro na FPF: "Federações não são bancos"

  • Samir Carvalho/UOL

O recém-eleito José Carlos Peres se reuniu com o presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF) nos últimos dias e se negou a contar com o dinheiro da entidade. O presidente afirma que, caso seja necessário, recorrerá aos bancos.

"Jantei com o presidente da FPF, foi receptivo, tem carinho grande, e se ofereceu a ajudar. Federações não são bancos. Será um choque de gestão! Manual diz: precisando de dinheiro se vai no banco. É isso que estamos fazendo", explicou.

Por assumir o clube recentemente, Peres está estudando com cuidado as dívidas deixadas por Modesto Roma. Em entrevistas recentes o cartola afirmou que prevê algo em torno de R$ 30 milhões.

Outra situação que preocupava o mandatário eram o 13º do elenco, que já foram pagos. A ideia é aliviar os cofres santistas nos próximos dias para não prejudicar os futuros reforços.

Para controlar a situação, Peres pretende fazer um acordo com Zeca, que está em litígio contra o Alvinegro na justiça. Ele quer o retorno do lateral ao CT Rei Pelé para que ele volte a treinar, mas não quer reintegrá-lo, mas sim lucrar em uma futura negociação.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos