Antônio Accioly passa por reformas para receber jogos do Atlético-GO

As férias dos Atlético-GO estão sendo proveitosas. Fora de campo, os jogadores desfrutam do período de descanso, o técnico João Paulo Sanches se prepara para voltar ainda mais forte após realizar curso na CBF e o diretor de futebol Adson Batista elabora a montagem do elenco. Enquanto isso, as obras seguem a todo vapor no CT e no estádio Antônio Accioly.

As mudanças no centro de treinamentos foram iniciadas há cerca de um ano e engloba melhorias estruturais, troca dos gramados dos campos principais e ampliação da sala de imprensa.

Durante a temporada, alguns treinos foram realizados no campo 3 do CT e outras no Antônio Accioly para que os trabalhadores responsáveis pela restauração pudessem dar sequência ao planejamento da diretoria. O clube pretende melhorar ainda mais as condições do gramado, deixando o campo semelhante ao Serra Dourada e ao Estádio Olímpico de Goiânia.

- Está mais macio (o gramado), o que diminui o problema de tendinite. Esse era um dos problemas por causa dos campos duros e sem condição ideal - disse o diretor de futebol Adson Batista em entrevista ao Globo Esporte.

A intenção do Dragão é receber partidas em sua casa já no Campeonato Goiano, apesar de que o Olímpico sediará os primeiros jogos de janeiro. Batista também ressalta a importância de conservar o Antônio Accioly, que passou por reformas principalmente nos vestiários e arquibancadas, mas não recebe jogos oficiais desde 2010 devido a problemas estruturais.

- A gente quer trazer a torcida o mais próximo possível do clube. O Antônio Accioly é muito importante para esses jogos do Campeonato Goiano, é tradicional, onde o Atlético-GO foi fundado - afirmou Adson.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos