Federação Inglesa descarta indiciar Mourinho e Ederson por confusão

A Federação Inglesa (FA) descartou, nesta quinta-feira, a possibilidade de indiciar o técnico José Mourinho e o goleiro brasileiro Ederson pela confusão ocorrida no Old Trafford depois do clássico de Manchester, no último dia 10 de dezembro. A partida foi vencida pelo City.

Um comunicado divulgado pela federação diz que "após uma revisão das evidências enviadas pelos clubes e testemunhas oculares independentes, a FA não tomará nenhuma ação formal". Vale lembrar que a confusão começou depois que Mourinho foi ao vestiário dos Citzens pedir mais respeito, já que os comandados de Pep Guardiola comemoravam muito a vitória no derby.

Ederson, então, respondeu ao português e iniciou-se uma discussão entre os dois. Garrafas de plástico também teriam sido arremessadas por outros jogadores do City na direção de Mourinho. Os dois treinadores confirmaram o episódio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos