Atlético-GO mantém mira em reforços no setor ofensivo

O Atlético-GO está apostando em reforços para o setor ofensivo. O ataque do Dragão vai contar com Tito, destaque do Confiança, Wesley Natã, que estava no Juventude, Vinícius Tanque, do Botafogo, Élder Santana, que pertence ao Atlético-MG, além de Chiquinho, aposta do clube que estava no futebol capixaba.

Para o diretor de futebol rubro-negro, Adson Batista, o setor ofensivo da equipe de 2017 precisava ser reformulado.

- Foi um setor onde tivemos dificuldades. Mantivemos nossa espinha dorsal e precisávamos reformar nosso ataque. A gente tem esperança que ele poderá ir bem. O Campeonato Goiano nos dará um parâmetro importante - disse o dirigente ao jornal O Popular.

A principal aposta do Dragão neste ano foi Walter, que, contratado para o Campeonato Brasileiro, marcou apenas cinco gols em 25 jogos disputados pelo Atlético-GO. Adson admite que esperava mais do jogador.

- O Walter foi nossa aposta para puxar o grupo, é um atleta que poderia decidir jogos. Não foi o que a gente esperava, mas não culpo o jogador. O futebol é assim mesmo. Foi um jogador muito profissional, ele tem sua qualidades e cumpriu seu contrato sem nenhum problema - afirmou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos