Briga pela titularidade na lateral do São Paulo promete ser boa em 2018

  • Rubens Chiri/saopaulofc.net

A pré-temporada do São Paulo ainda nem sequer começou e o técnico Dorival Júnior já sabe que terá algumas dores de cabeça para montar o time ideal para as competições que aguardam o clube no ano que vem. Ainda há jogadores que chegarão e outros que devem deixar o Tricolor e seguir suas carreiras em outros clubes. De qualquer forma, um setor, pelo menos, está quase que praticamente definido e é a lateral-esquerda.

Para a posição, o São Paulo conta com o experiente Edimar, de 31 anos, com o jovem Júnior Tavares, de 21 anos, e com um velho conhecido da torcida que retorna ao clube após duas temporadas longe do Morumbi: o lateral Reinaldo. Cada um dos três possui características diferentes e, consequentemente, pontos fontes e fracos completamente distintos dos demais.

Titular no fim do Brasileirão deste ano, Edimar é o mais cotado para iniciar a próxima temporada entre os onze. O jogador demorou quatro meses para estrear com a camisa do Tricolor e, embora não tenha o hábito de subir ao ataque e cruzar para os atacantes, é um dos pilares do sistema defensivo, função que cumpre com simplicidade e eficácia.

Alvo do Corinthians há algumas semanas, Júnior Tavares é um jogador mais habilidoso e com características ofensivas. Promovido de Cotia por Rogério Ceni, o lateral começou o ano como uma das principais revelações do futebol brasileiro, mas foi caindo de rendimento até perder a condição de titular. Por ser versátil, a comissão técnica estuda coloca-lo no meio de campo por conta de sua qualidade com a bola nos pés.

Por fim, Reinaldo se reapresenta ao Tricolor como o jogador com o melhor equilíbrio entre aspectos defensivos e ofensivos. Muito criticado em sua primeira passagem pelo São Paulo, o jogador cresceu de rendimento jogando na Ponte Preta e, principalmente, na Chapecoense. No clube de Santa Catarina, inclusive, foi um dos destaques da campanha que recolocou a equipe na Copa Libertadores.

Abaixo, o LANCE! lista as principais estatísticas dos três jogadores na temporada 2017 do futebol brasileiro. Os dados são da Footstats e correspondem a competições estaduais, nacionais e internacionais. Com base em alguns deles e, claro, no rendimento individual dos atletas na pré-temporada, o técnico Dorival Júnior deve tomar sua decisão.

Jogos

Edimar - 19

Júnior Tavares - 47

Reinaldo - 65

Gols

Edimar - 0

Júnior Tavares - 0

Reinaldo - 9 (média de 0,14 por jogo)

Assistências

Edimar - 1 (média de 0,05 por jogo)

Júnior Tavares - 7 (média de 0,15 por jogo)

Reinaldo - 15 (média de 0,23 por jogo)

Desarmes

Edimar - 33 (média de 1,74 por jogo)

Júnior Tavares - 72 (média de 1,53 por jogo)

Reinaldo - 105 (média de 1,62 por jogo)

Passes Certos

Edimar - 843 (média de 44,4 por jogo)

Júnior Tavares - 1884 (média de 40,1 por jogo)

Reinaldo - 1969 (média de 30,3 por jogo)

Faltas recebidas

Edimar - 28 (média de 1,47 por jogo)

Júnior Tavares - 108 (média de 2,30 por jogo)

Reinaldo - 73 (média de 1,12 por jogo)

Cartões Amarelos

Edimar - 4 (um a cada 4,75 partidas)

Júnior Tavares - 8 (um a cada 5,87 partidas)

Reinaldo - 16 (um a cada 4,06 partidas)

 

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos