Santos não descarta manter a Umbro para 2018 e quer renegociar valores

Depois de José Carlos Peres afirmar que rescindiria contrato com a Umbro, o Santos voltou atrás e pensa em renegociar os valores, que antes eram considerados 'irrisórios'.

A rescisão ainda não aconteceu. A ideia é voltar a conversar com a empresa para rever os valores e chegar a um consenso.

Inicialmente o acerto foi feito pela gestão de Modesto Roma. Peres entende que pela fornecedora de materiais esportivos ter sido contratada em período eleitoral, o acordo não poderia ser concretizado.

Caso a Umbro seja realmente mantida, o contrato valeria a partir de 3 de março, pois o contrato com a Kappa, responsável atualmente por desenhar o uniforme do Peixe, se encerra no dia 28 de fevereiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos