Negociação por Conti esbarra em entrave e reforço vira dúvida no Galo

As negociações entre Atlético-MG e Colón pelo zagueiro Germán Conti ganhou mais um capítulo. Em entrevista à Rádio Desportes 9, o presidente do clube portenho citou uma entrave: além do valor pedido para a contratação do atleta, o Galo teria que pagar todos os impostos para contar com o defensor.

- Temos que pensar no interesse da instituição e do jogador. Havíamos chegado a um acordo com o jogador e com o representante para um contrato de três anos. O Atlético teria que pagar todos os impostos. Se o clube pagar, não temos outra alternativa a não ser liberar o jogador - declarou Vignatti.

Apesar de ter apenas 23 anos, Conti é capitão do Colón e considerado uma das revelações da Argentina. A multa rescisória do jogador é de 3,5 milhões de euros, que equivale a cerca de R$ 13,9 milhões. O que pode emperrar as negociações são os impostos envolvidos na transação. O clube argentino pede que o Atlético-MG pague uma taxa de R$ 3,5 milhões.

Entre os pontos positivos de Germán Andrés Conti destacam-se seus 1,93m de altura e a qualidade técnica em campo, que vem despertando o interesse de outros times, como o Zenit, que teve uma proposta de 4 milhões de euros recusada na época, e River Plate.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos