Falamos com Leandro Desábato: 'Vou deixar a alma em cada partida'

Primeiro reforço anunciado pelo Vasco para 2018, Leandro Desábato vai realizar o desejo de atuar no futebol brasileiro, aos 27 anos, e está motivado. Em entrevista exclusiva ao LANCE!, o volante exalta o Cruz-Maltino e revela que é fã de um ídolo do clube: Juninho Pernambucano. O jogador diz ainda que a torcida vascaína pode esperar um jogador aguerrido em campo e promete 'deixar a alma em cada partida'.

Desábato espera se adaptar rápido ao novo clube, e acredita que a ajuda dos jogadores estrangeiros no elenco vai ajudar. Ciente da responsabilidade de defender o Cruz-Maltino, o volante dá a receita para passar pela Universidad Concepción, na Libertadores.

Confira a seguir a íntegra da entrevista exclusiva dada por Leandro Desábato ao LANCE!.

Antes de chegar ao Vasco, você já conhecia algum jogador do clube, como Nenê e Luis Fabiano. O que espera dos seus novos companheiros?

Eu conheço o Vasco por causa da sua grandeza como equipe, por sua história. Eu gostava muito do Juninho Pernambucano em sua época. Hoje estão Nenê e Luis Fabiano, dois jogadores renomados e com grandes trajetórias. Espero conhece-los e me adaptar rapidamente.

O fato de o Vasco ter outros estrangeiros, como Andrés Rios e Martin Silva, te ajudará na adaptação ao futebol brasileiro? Você conversou com algum deles?

É bom que tenha outros jogadores estrangeiros no elenco. Vai me ajudar na adaptação e a saber mais do clube.

O que fez você aceitar o desafio de jogar no Vasco? Você veio pela grandeza do Vasco que tem quatro títulos brasileiros, já era o campeão dos Libertadores?

Havia outras coisas (propostas), mas quando chegou a do Vasco eu não tive dúvida. É um grande clube em todos os sentidos, um dos maiores do país e este ano ainda está com muitos desafios pela frente.

Em 1998 você já acompanhava futebol? Tem alguma memória do gol do Juninho Pernambucano feito no Monumental contra o River Plate? Só para ter ajudar a lembrar, foi um gol de falta que ficou conhecido como 'Gol Monumental' e na sequência o Vasco ganhou a Libertadores.

Eu era muito jovem nessa época. Porém, depois que cresci passei a acompanhá-lo e gostava muito da sua maneira de cobrar as faltas. Ele fez muitos gols lindos e importantes assim.

Você está preparado para suportar a responsabilidade e a pressão de um clube que tem milhões de torcedores?

Vou me preparar 100% e deixar tudo em campo toda vez que eu jogar. Sei da grande torcida que tem o Vasco, e é importante que nos acompanhe em todos os momentos.

O que a torcida do Vasco pode esperar de você em 2018?

Um jogador aguerrido, com presença dentro de campo. Vou deixar a alma em cada partida.

Conhece a Universidad Concepción, adversário de estreia do Vasco na Libertadores, no dia 31 de janeiro? Já o enfrentou? O que o Vasco precisa fazer para superar o rival chileno?

Na verdade, eu ainda não conheço o rival. Mas vai ser uma disputa difícil. Vamos trabalhar, procurar fazer uma boa pré-temporada e se concentrar diretamente nesse belo desafio.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos