Misto de emoções! Herói, Ederson mantém série invicta em dia de lesões de Jesus e De Bruyne

A noite de Réveillon do Manchester City não será a esperada, porém com a sensação de "poderia ser pior". Neste domingo, seguindo a maratona de fim de ano, em duelo pela 21ª rodada do Campeonato Inglês, ficou no empate em 0 a 0 com o Crystal Palace, fora de casa. E dois brasileiros foram protagonistas. Enquanto Ederson pegou um pênalti e manteve a invencibilidade na competição, Gabriel Jesus saiu em lágrimas após sentir dores no joelho esquerdo - há suspeita de lesão grave. Que dia!

O empate findou uma invejável sequência de 18 vitórias do time de Pep Guardiola, que segue isolado na liderança, agora com 59 pontos - ou seja, 14 à frente do Chelsea, o novo vice-líder. Já o time de Roy Hodgson, na 17ª colocação, passa a somar 19 pontos, ainda à beira do Z3.

O JOGO

Os primeiros minutos foram agitados. E marcados por dois contratempos, sendo um consternador aos brasileiros, sobretudo. Opção como titular, Gabriel Jesus deixou o gramado em prantos, pois lesionou o joelho esquerdo sozinho, ainda aos dez minutos. Ele tentou retornar, mas, em seguida, foi substituído por Agüero. Do outro lado, o zagueiro Dann também sentiu e deixou o campo.

A entrada de Agüero surtiu efeito lances seguintes. O maior artilheiro da história do City, após bela jogada individual, acertou a trave - contando ainda com desvio da zaga. O volume de sua equipe já esboçava expansão.

Além de segurar o ímpeto do imparável time de Guardiola na etapa inicial, o Palace, antes ainda do susto causado por Agüero, havia obrigado Ederson a voar e fazer linda defesa. Os donos da casa foram ao vestiário esperançosos.

Na segunda etapa, Sané foi quem teve a primeira grande chance do embate, na casa dos 20 minutos. Bem posicionado na segunda trave, o alemão acertou em cheio o goleiro Hennessey, o homem que estava entre o Manchester City e a 19ª vitória consecutiva dos rivais.

Companheiro de Hennessey, o insinuante Townsend foi outro a ter clara oportunidade para inaugurar o placar em Londres. Sem sucesso. Por falar em falta de sucesso, Milivojevic teve um pênalti aos 45 minutos. Era a chance de se consagrar e fazer história; nada feito. Ederson, com o pé, fez a defesa.

Antes ainda do apito final, mais um lance que deixou Pep com frio na espinha. Principal nome da temporada, De Bruyne foi outro que saiu lesionado em um dia para o seu time esquecer. O Palace, por sua vez, não sabia se vibrava ou lamentava. De fato um 0 a 0 para lá de alvoroçado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos