Briga na artilharia: os grandes nomes do ataque no Brasil em 2018

Ser artilheiro do Brasil é sempre uma tarefa árdua. Afinal, a concorrência no país é grande com tantos talentos para empurrar a bola para o fundo das redes. Em 2017, o grande nome do país foi Henrique Dourado, do Fluminense. O Ceifador, como é conhecido, marcou 32 vezes, deixando outros brilhantes nomes para trás, como Fred - que marcou 30 - Ricardo Oliveira, Guerrero, Lucas Pratto, Jô, André, Luís Fabiano...

Em 2018, mais uma vez, o Ceifador entra com moral para ser o grande goleador do Brasil. E novas opções podem surgir, como Bergson, ex-Paysandu. O atacante que defendeu o clube do Pará acertou com o Atlético-PR e promete fazer a alegria dos torcedores do Furacão. Artilheiro da Série B em 2017, com 16 gols ao lado de Mazinho, do Oeste, o jogador marcou 28 vezes na temporada passada.

Outros nomes estão sedentos para mostrar trabalho. Aos 37, Ricardo Oliveira é um deles e vai defender um novo clube: o Atlético-MG. O Galo perdeu o vice-artilheiro do país no ano passado, Fred, que foi para o maior rival, o Cruzeiro.

Em São Paulo, Jô deixou o Timão que busca um nome forte para fazer gols. A aposta é em Trellez, do Vitória, que negocia a transferência. No São Paulo e no Palmeiras, gringos são a aposta novamente com Lucas Pratto e Miguel Borja, respectivamente.

Sem Guerrero, por seis meses suspenso por doping, o Flamengo está no mercado atrás de um grande nome e conta com a jovialidade de Felipe Vizeu. O Vasco tem em Luís Fabiano, outra vez, a grande aposta. No Botafogo, sem Roger que foi para o Inter tentar ser goleador com William Pottker e Leandro Damião, Brenner vira a grande aposta.

Para você, quem será o grande goleador do Brasil? Vote no duelo abaixo e faça a sua aposta.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos